Compartilhar Inscreva-se
A saúde da sua clínica também precisa de cuidados!
  • Diminua 50% as faltas dos pacientes.
  • Economize 40% no tempo de suas secretárias.
  • Facilite 100% seu dia.
Gostou desse conteúdo?

Junte-se a nossa lista de 10.500 profissionais da saúde e receba em primeira mão conteúdos exclusivos, eBooks e dicas de gestão.

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos, dicas e ferramentas exclusivas.

Como melhorar o atendimento pediátrico na sua clínica? Aprenda aqui!

Como melhorar o atendimento pediátrico na sua clínica? Aprenda aqui!

Hospital, clínica, escola, clube, supermercado — seja qual for o lugar, lidar com crianças tem seu diferencial. Trazendo isso para a área da saúde, quais seriam as peculiaridades do atendimento em pediatria? Como se preparar para tal?

Bem, a parte técnica é devidamente contemplada pela faculdade de Medicina e pela residência em pediatria. Mas o que eles não contam na jornada acadêmica? Será que abordam o ambiente? E os recursos tecnológicos que facilitam a consulta?

Essas são apenas algumas nuances importantes de considerar antes de partir para o atendimento. Por isso, levantamos algumas medidas que vale a pena você conferir!

Invista em uma boa decoração

O primeiro passo para um atendimento em pediatria de sucesso não está exclusivamente associado ao médico ou à sua equipe, mas, sim, ao ambiente. Muitas vezes, a criança associa a consulta médica a uma situação de perigo, o que pode gerar angústia e medo. Sendo assim, nada melhor que um ambiente bem decorado e receptivo para ela.

Perceba que o foco é a criança e, por isso, os componentes do local devem contemplá-la. Assim, aposte em cores, personagens, papéis de parede etc. Aposte em tudo aquilo que for chamar a atenção da criança e deixá-la confortável.

Dependendo do espaço, seria muito interessante, inclusive, a organização de uma brinquedoteca. Sem dúvidas, os pequenos ficariam muito contentes com isso. Ah, não se esqueça de providenciar um fraldário! Com isso, o espaço ficará cômodo também para os pais.

Contrate uma equipe de confiança

Outro ponto importante é confiar na sua equipe de trabalho. Todos os colaboradores do local que terão contato com as crianças precisam saber lidar com os pequenos. Então, paciência é pré-requisito para a contratação.

Nas consultas pediátricas, também é fundamental saber lidar com os pais. Muitos podem chegar ansiosos e apreensivos, afinal, com a saúde não se brinca! Por isso, desde a recepção, eles devem se sentir acolhidos pelos colaboradores.

Ademais, uma boa equipe não garante benefícios apenas para pais e crianças. Ela também pode auxiliar no trabalho do médico, deixando tudo organizado e preparado para a consulta em si.

Garanta o conforto da criança

Agora, no momento da consulta, é a hora de reforçar a sensação de conforto iniciada desde a chegada ao local. É aqui que o profissional precisa ter sabedoria para conduzir o atendimento de maneira séria e, ao mesmo tempo, leve.

Muitos médicos focam apenas o que os pais dizem, mas é essencial dar atenção para a criança e ao que ela diz. Esse atributo é desenvolvido ao longo do tempo e temos certeza de que, a cada consulta, você se sai melhor.

Uma prática muito incentivada é a do reforço positivo. Ao perceber alguma boa ação da criança, reforce aquilo para ela. Elogie a alimentação saudável, estimule a leitura etc. E não deixe de dar algum mimo para ela — adesivo, pirulito, balão, história em quadrinhos etc. Com certeza, ela ficará bastante feliz.

criança brincando no consultório médico

Converse com os responsáveis

Por mais que os verdadeiros pacientes da consulta pediátrica sejam as crianças, os pais também são agentes essenciais da assistência médica. Primeiro, porque são ótimos aliados para o tratamento das condições. Segundo, porque eles também precisam ser ouvidos. De fato, nem sempre a criança vai saber falar o que sente ou como sente. Nesse momento, a fala dos responsáveis se mostra muito válida.

No entanto, você não pode se esquecer de que aquele ser humano pode estar tomado por dúvidas e medos frente ao estado de saúde do filho. Por isso, escute, acalme e instrua os pais. Assim, você pode tranquilizá-los e tornar as condutas mais efetivas com o apoio deles.

Saiba lidar com o adolescente

Inúmeras vezes nos referimos apenas às crianças nos atendimentos em pediatria. Porém, as consultas também podem ser com adolescentes ou pré-adolescentes. Isso já cria uma nova situação para o médico e para a equipe.

Diante de todas as dificuldades da faixa etária, é importante que o médico saiba como perguntar. Só assim, será possível estabelecer uma boa relação médico-paciente, dotada de confiança e sinceridade.

Por vezes, inclusive, será necessário pedir para que os pais se retirem do consultório em momentos específicos justamente para deixar o adolescente mais confortável. Tudo isso contribui para o fortalecimento do vínculo.

Invista na otimização de recursos

Sabemos que uma equipe auxilia na organização e nos atendimentos. Mas até mesmo o melhor dos times será beneficiado pelo uso de um software médico. Com um sistema, desde a agenda até o prontuário podem ser digitalizados.

O que o pediatra ganha com isso? Bom, as vantagens do prontuário eletrônico já são bem estabelecidas. Por isso, devemos focar os diferenciais! Na pediatria, por exemplo, existem os gráficos de desenvolvimento.

Por meio deles, é possível acompanhar toda a antropometria da criança, identificando precocemente possíveis desvios ou anormalidades. Pensando nisso, o Clínica nas Nuvens constrói a curva de crescimento de maneira automática.

Ela é baseada no modelo WHO Child Growth Standards e pode até ser enviada para os pais por e-mail. Isso é ótimo para que eles também sejam inseridos no cuidado e no acompanhamento dos filhos.

Aposte no marketing médico

Por fim, vamos dar uma dica que é a cereja do bolo: o marketing médico. Nunca devemos nos esquecer de que a assistência em saúde não é restrita apenas ao interior dos consultórios: ela continua mesmo do lado de fora.

Os pais, por exemplo, querem se sentir amparados, com dúvidas sanadas e bem informados em relação à saúde dos filhos. É justamente isso que você deve levar a eles: conteúdos de relevância para os anseios e desejos.

Por meio das redes sociais, você pode responder às dúvidas mais frequentes e publicar matérias sobre temas relevantes. Os benefícios? Construir sua autoridade nas mídias, ganhar visibilidade e, por fim, ter uma relação mais próxima com pais e pacientes.

Como visto, todas as medidas citadas para melhorar o atendimento em pediatria devem ser devidamente pensadas. Para a ambientação, por exemplo, é interessante contratar profissionais da área, como decoradores e arquitetos. No caso da equipe, talvez seja válido proporcionar treinamentos periódicos para um melhor atendimento. Já no marketing médico, estude bem o que é permitido ou não pelo Conselho Federal de Medicina.

Por fim, venha conhecer o Clínica nas Nuvens e saiba mais sobre os recursos do software!

Você também pode gostar desses conteúdos:

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.