Compartilhar Inscreva-se
A saúde da sua clínica também precisa de cuidados!
  • Diminua 50% as faltas dos pacientes.
  • Economize 40% no tempo de suas secretárias.
  • Facilite 100% seu dia.
Gostou desse conteúdo?

Junte-se a nossa lista de 10.500 profissionais da saúde e receba em primeira mão conteúdos exclusivos, eBooks e dicas de gestão.

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos, dicas e ferramentas exclusivas.

Saúde infantil: o papel do médico no desenvolvimento de crianças

Saúde infantil: o papel do médico no desenvolvimento de crianças

Acompanhamento, apoio e cuidado com a saúde infantil são as melhores formas de investir e garantir o crescimento da próxima geração. Mais do que nunca, profissionais da saúde, pais e mães têm sentido a necessidade de olhar com atenção para as crianças.

Médicos – em especial, pediatras – desempenham um papel muito importante nessa caminhada. Seu conhecimento e abordagem, seja com as próprias crianças, seja com os pais, oferece embasamento e, acima disso, confiabilidade para que os cuidados sejam tomados.

Muito além das consultas periódicas (que também são importantes), os pediatras podem aconselhar crianças e pais acerca de melhores condutas com o objetivo de contribuir para a saúde da criança.

No post de hoje, separamos alguns exemplos de como você, pediatra, pode atuar mais diretamente no desenvolvimento de crianças.

Ambiente convidativo

Já falamos aqui sobre o impacto positivo de uma recepção bem decorada para pacientes. Quando se trata de criança, especialmente, esse efeito é ainda mais significativo. Locais específicos para crianças, com brinquedos, móveis sob medida e paredes caracterizadas são recomendados.

Cooperação com outros profissionais

Aliar a ambientação do espaço a um atendimento realmente focado no público infantil é garantia de sucesso. A ideia consiste em contar com um psicopedagogo que atuaria exatamente no espaço destinado às crianças, interagindo com elas, abordando assuntos como alimentação saudável e prática de exercícios.

Esse contato “olho no olho”, com mais proximidade, gera mais confiança e, dessa maneira, aumenta as chances de engajamento e da adoção das práticas sugeridas.

Linguagem

Adaptar a fala à maneira de as crianças de se comunicar, substituindo conselhos dados aos pais por dicas direcionadas ao público infantil, faladas em uma linguagem que eles entendam, amplifica o sucesso. “Santo de casa não faz milagre”: assim, é melhor falar diretamente com essa galerinha do que repassar aos pais para que eles, por sua vez, falem aos pequenos.

Brindes

Gerar uma lembrança positiva nas crianças é tão ou mais eficiente do que tratar o problema. Muitos consultórios e clínicas oferecem, por exemplo, balas e pirulitos, aos pequenos. Que tal você inovar e passar a disponibilizar frutas e sucos naturais? Lembre-se: o exemplo é o maior aprendizado!

Gostou desse post? Então, confira também: Pediatria: como conscientizar os pais sobre a importância do acompanhamento médico.

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.