Compartilhar Inscreva-se
A saúde da sua clínica também precisa de cuidados!
  • Diminua 50% as faltas dos pacientes.
  • Economize 40% no tempo de suas secretárias.
  • Facilite 100% seu dia.
Gostou desse conteúdo?

Junte-se a nossa lista de 10.500 profissionais da saúde e receba em primeira mão conteúdos exclusivos, eBooks e dicas de gestão.

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos, dicas e ferramentas exclusivas.

4 erros inadmissíveis no atendimento em clínicas e consultórios

4 erros inadmissíveis no atendimento em clínicas e consultórios

Diferentemente do atendimento convencional, o atendimento a pacientes em clínicas e consultórios requer um pouco mais de tato e de feeling dos colaboradores que atuam nesse espaço.

Além dos quesitos básicos de cordialidade, discrição e postura, é preciso também atentar aos erros frequentes que passam despercebidos por muitos profissionais, mas marcam (negativamente) os pacientes.

Desorganização

Chegar em um consultório e deparar-se com uma recepção bagunçada gera um sentimento negativo no paciente. Isso acontece porque ele já está em uma situação particular de estresse (em função de doença/mal estar) e o que ele precisa é acolhimento eficiente.

Agenda em atraso

Todo mundo tem contratempos e isso, eventualmente, é normal. No entanto, é crucial que tanto o médico quanto a secretária evitem o problema de atraso. É válido lembrar que muitos pacientes faltam ao trabalho para estar na consulta.

Telefone

O telefone ainda é o principal meio de contato entre clínicas e pacientes. Não é à toa que ele toca infinitas vezes ao dia. Apesar de parecer besteira, para os pacientes que estão à espera da consulta, o telefone pode ser bastante irritante.

A dica, então, é apostar em um toque mais amigável, além, é claro, da agilidade para atender quando o aparelho estiver tocando.

Empatia

Quem procura um consultório provavelmente está em um momento delicado. Então, atendimento com empatia, buscando entender a situação do paciente e colocar-se no lugar dele, é bastante assertivo.

Mantendo a discrição, é possível apostar em um tom de voz sereno para coletar as informações necessárias para o prontuário.

Gostou desse post? Então, confira também: 4 dicas para que o seu paciente não falte à consulta.

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.