Compartilhar Inscreva-se

Atendimento pediátrico: como aprimorá-lo na clínica médica

Atendimento pediátrico: como aprimorá-lo na clínica médica

Para clínicas que recebem pacientes crianças, como as de psicologia infantil e os consultórios de pediatria, é primordial realizar um bom atendimento pediátrico. Isso porque, permitir que a criança se sinta confortável, além de ser uma maneira de otimizar o tratamento do paciente, pode ser visto como um grande diferencial.

Para isso, é necessário conhecer modos diferentes de agradá-la e, ainda, conquistar a satisfação e a confiança de seus responsáveis. Diante de tudo isso, percebemos a necessidade da utilização de algumas estratégias, assim como, o uso de um sistema de gestão médica, que pode ajudar a atender melhor esse tipo de público.

Neste post, listamos e explicamos as principais estratégias para conquistar esse objetivo. Confira!

Atendimento pediátrico humanizado

O ambiente do consultório médico acaba sendo um pouco intimidador para a maioria das crianças, sendo algo que traz medos e inseguranças em pacientes infantis. A fim de evitar que eles se sintam dessa forma, assegure que a criança esteja à vontade na clínica.

Há diversas formas de melhorar a experiência dos pequeninos, como um atendimento mais humanizado, com médicos e profissionais que saibam muito bem conversar com os pacientes, disponibilizar diversão, entre outras práticas.

Assim, o melhor é falar a mesma linguagem que a criança. Ou seja, observar do que ela gosta e utilizar isso como estratégia para se aproximar. Por exemplo, se o paciente adora algum personagem da Disney, forneça um desenho para colorir com a imagem desse personagem para a criança levar para casa e trazer pronto na próxima consulta.

Também é possível compartilhar pequenos relatos com os pequenos, que tenham relação com os gostos deles, desenvolvendo uma melhor interação entre médico e pacientes e fazendo com que eles se sintam mais confortáveis no ambiente.

Essa é uma forma de instigar a criança a ver o consultório como um espaço em que ela se sente bem e que pode ter contato com pessoas que têm os mesmos interesses que ela.

Utilização de recursos lúdicos

A clínica precisa estar adaptada para os pacientes pediátricos, com o intuito de oferecer um bom atendimento infantil. Dessa forma, é ideal investir em ambientes lúdicos, utilizar uma decoração divertida e cores alegres e também colocar brinquedos à disposição. Consequentemente, a criança se sentirá mais confortável quando estiver no consultório.

É essencial também oferecer um espaço exclusivo para ela se distrair enquanto aguarda ser atendida. Algumas cadeiras e mesas com folhas e lápis de cor são ótimas para entreter as crianças.

Adaptação da linguagem para explicar procedimentos

Quando é necessário que uma criança faça algum procedimento na clínica, ela fica mais confortável se estiver por dentro de tudo o que vai acontecer. Para tal, converse com seu paciente infantil e explique, de forma que ele possa compreender, todos os procedimentos pelo qual passará. Uma forma de garantir que a criança estará preparada para ajudar no seu tratamento é manter uma boa comunicação.

Alguns profissional possuem o hábito de se comunicar apenas com os responsáveis pela criança. Evite fazer isso. Por mais que serão sempre os pais a autorizar os procedimentos relacionados ao tratamento da criança, os pequenos também devem saber como está sua própria saúde e porque eles precisam estar indo até a clínica ou consultório.

Dessa forma, o ideal é adotar uma linguagem que eles entendam. Às vezes, fazer desenhos é uma boa opção ou criar relações com o mundo deles. Por exemplo, utilizar o exemplo de um personagem de desenho que também precisou ir ao médico para se sentir melhor. Nesses momentos, vale a criatividade.

Telemedicina

Investimento em recursos tecnológicos

Softwares para gestão de consultórios ajudam muito no atendimento e na gestão de clínicas. Com um sistema, você consegue organizar o fluxo de caixa e as finanças e, inclusive, ter um controle mais detalhado de consultas agendadas e de pacientes que desmarcam, possibilitando novos encaixes.

Por meio de um sistema integrado, seus próprios pacientes podem realizar agendamento de consultas online e será possível ter uma aproximação maior com eles, lembrando da consulta marcada no dia anterior ou enviando e-mails com informações relevantes. Outro benefício é o fato de os prontuários eletrônicos poderem ser acessados de qualquer lugar que tenha acesso à internet.

Alguns softwares médicos também oferecem funcionalidades exclusivas para pediatras. O Clínica nas Nuvens, por exemplo, possui o gráfico pediátrico, um recurso que simplifica muito a rotina dos profissionais.

Com esse gráfico, basta apenas informar idade, tamanho e peso do paciente para que a curva de crescimento seja gerada automaticamente, através do modelo WHO Child Growth Standards.  Após isso, é possível fazer o download dessa curva e enviá-la por e-mail para o responsável da criança.

Conclusão

Como você pode ver, além do conhecimento técnico e humano que um bom pediatra precisa ter, é preciso investir em outras questões, como uma decoração adequada para o atendimento de crianças e um bom software de gestão. Dessa forma, será possível atrair mais pacientes, que ficarão ainda mais felizes e satisfeitos com o atendimento pediátrico oferecido.

Este blog post foi útil para você? Viu como pode ser fácil aprimorar o atendimento pediátrico em uma clínica médica? Aproveite que está por aqui e leia também este outro artigo Pediatria: como conscientizar os pais sobre a importância do acompanhamento médico!

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.