Investimento médico: 5 pontos que precisam ser levados em conta na hora de ter sua própria clínica

Investimento médico: 5 pontos que precisam ser levados em conta na hora de ter sua própria clínica

O grande número de médicos formados no Brasil anualmente e a baixa qualidade do serviço público de saúde, favorecem a criação de clínicas particulares. Essa é uma grande oportunidade para investimento médico, porém, na hora de empreender e ter sua própria clínica, é preciso pensar nas diferentes etapas que antecedem a abertura do negócio.

Conhecer a legislação, ter noção de planejamento, pesquisa, conhecer o público-alvo, dentre outras questões importantes, são pontos fundamentais que podem determinar se o investimento médico na clínica será bem sucedido ou não. No post de hoje você vai encontrar alguns tópicos que precisam ser considerados na hora de investir na sua própria clínica médica. Confira!

Planejamento e pesquisa

Você quer que o investimento médico seja eficiente? Bem, então, antes de mais nada, é preciso pesquisar e planejar. Faça uma pesquisa de mercado observando outras clínicas e consultórios e defina os pontos fortes e fracos. Desta forma, ficará mais fácil entender como os concorrentes tem atuado e quais diferenciais você pode criar no seu empreendimento.

Outra questão importante em relação a planejamento e que vai implicar no investimento médico, diz respeito ao posicionamento da clínica no mercado. É preciso definir qual será o perfil da sua clínica: generalista ou especializada.

Qual a diferença entre clínica generalista e especializada

A principal diferença entre uma clínica generalista e uma especializada é o nível de especialização do profissional de saúde e o escopo dos serviços que são oferecidos. Uma clínica generalista é geralmente atendida por médicos de família ou clínicos gerais que têm um amplo conhecimento em várias áreas da medicina.

Eles podem fornecer serviços de cuidados primários, como exames físicos, exames de rotina, tratamento de doenças comuns e encaminhamento para especialistas, se necessário. O foco principal é fornecer cuidados preventivos e tratamento de doenças básicas para manter a saúde geral do paciente.

Por outro lado, uma clínica especializada é geralmente atendida por médicos especialistas, que têm treinamento avançado e conhecimento especializado em uma área específica da medicina. Essas clínicas são dedicadas a fornecer diagnósticos, tratamentos e cuidados específicos para condições médicas complexas, raras ou crônicas, como câncer, doenças cardíacas, doenças neurológicas, entre outras.

Essas clínicas são ideais para pacientes que precisam de atenção médica especializada e tratamentos mais avançados. Em resumo, uma clínica generalista oferece cuidados de saúde básicos e trata de doenças comuns, enquanto uma clínica especializada tratamentos avançados para condições médicas complexas e específicas.

A questão do público-alvo

Além do que já foi exposto, outra questão igualmente essencial em relação ao investimento médico em uma clínica, é quanto ao público. É preciso entender, pensar sobre e definir seu público-alvo. Nenhuma empresa consegue trabalhar corretamente, se não conhece o perfil de seus clientes. Da mesma forma, nenhuma clínica médica vai conseguir prosperar sem conhecer o perfil de seus pacientes.

Para isso, analise o público de outras clínicas que já prestam os serviços que você pretende prestar e entenda melhor onde investir certo, a fim de conquistar o perfil ideal para o seu negócio. Também é interessante realizar pesquisa de mercado, utilizando redes sociais ou formulários na internet, que possam ajudar a entender as necessidades e expectativas dos pacientes.

evite fraudes na clínica

Ambiente agradável

Depois de entender como investir na área médica, avaliar o mercado e definir o seu público, você vai ter de escolher o local em que sua clínica vai funcionar. Procure um imóvel que tenha condições de atender às exigências da Anvisa e que seja bem localizado para o seu público. Se você optar por uma clínica popular, escolha um local mais central, que seja de fácil acesso por transporte público.

Não se esqueça de planejar o ambiente interno para que, além de adequado, ele fique sempre limpo,  agradável. É preciso cuidar da decoração, preferencialmente usando cores claras e móveis confortáveis e bonitos. Além disso, compre uma cafeteira, um bebedouro e disponha de alguns biscoitos, balas e demais produtos que possam manter os pacientes tranquilos e bem cuidados enquanto aguardam. 

Lembre-se também que, um ambiente agradável é também um ambiente atualizado em termos tecnológicos. De nada adianta ter um local bem cuidado e confortável, se os equipamentos são ultrapassados. Invista em bons aparelhos, computadores, softwares, etc., e mantenha tudo, sempre, em perfeita condição de funcionamento. 

Boa equipe

Para ter uma clínica 100%, é importante buscar pessoas que tenham facilidade para lidar com os mais diferentes tipos de público, de crianças até idosos. O pessoal da recepção precisa ser experiente, agradáveis e compreensíveis, pois são responsáveis pela primeira impressão da clínica. Se precisar, conte com a ajuda de uma empresa especializada em seleção de pessoas.

Todos os demais profissionais e, principalmente a área médica, além de serem excepcionais em sua área de atuação, também precisam ter empatia e carisma. É importante que trabalhem com conhecimento do que hoje é conhecido como “atendimento humanizado”, ou seja, tão importante quanto tratar a doença do paciente, é saber tratar as pessoas com carinho, respeito e cuidado. 

Estratégia de comunicação eficiente

Depois de planejar toda a sua atuação e contratar os colaboradores certos para cada área, você deve se preocupar com a divulgação da sua clínica. Primeiramente, é preciso fazer um trabalho de branding, ou seja, construir uma marca forte no mercado.

Também é muito importante que você tenha seu próprio site e trabalhe ações de SEO, como ter um blog atualizado, para melhorar o ranqueamento do site no Google. Desta forma, sua clínica será “encontrada” com mais facilidade e mais pessoas entrarão em contato.  

Considere também fazer anúncios direcionados na internet e criar um bom relacionamento nas redes sociais, como Facebook, Instagram, LinkedIn, TikTok e WhatsApp. Para isso, contrate empresas especializadas em marketing para ajudar você a divulgar melhor seu empreendimento e aumentar o número de leads (contatos) nas suas plataformas digitais.

Outra possibilidade é investir no Marketing Médico do Clínica nas Nuvens. Uma ferramenta criada especificamente para ajudar gestores a conquistarem mais pacientes através de estratégias de marketing digital.

O retorno de investir em marketing médico é significativo quando as estratégias certas são tomadas. Por isso, dê preferência para esta área de divulgação e construa uma relação sólida com seus pacientes através das mídias digitais.

marketing para clínicas

Gestão de primeira

Mesmo antes de abrir seu estabelecimento e, obviamente, depois de estar em funcionamento, você precisa estar sempre atento a gestão da clínica. Fluxo de caixa, controle de estoques, controle de finanças, identificar onde estão os maiores problemas e focar na solução, etc.

Para isso, é importante ter um bom gerenciamento de caixa e investir em ferramentas que proporcionem uma gestão informatizada, moderna, eficiente e ágil, como é o caso de um bom software para gestão de clínicas, que vai facilitar o dia a dia de trabalho da equipe e trazer melhores resultados ao fim de cada mês.

E então, viu como é importante planejar cada passo antes de se tornar gestor de clínica? Cuidar desse processo vai fazer com que o seu empreendimento tenha mais chances de ser bem-sucedido, contribuindo para a formação de uma carreira próspera. Se você ficou com alguma dúvida sobre os melhores investimentos para sua clínica, escreva pra gente nos comentários!

Software para clínicas
Compartilhe
Juliano Viana

Juliano Viana

Redator publicitário que trabalha com marketing de conteúdo. Escreve diariamente artigos, posts, e-mails, roteiros, e-books, páginas de vendas e outros materiais para o Clínica nas Nuvens.
Compartilhar Inscreva-se