Compartilhar Inscreva-se

Receba dicas para o seu negócio lucrar mais

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos, dicas e ferramentas exclusivas.

Informações essenciais que o cadastro de pacientes deve ter

Informações essenciais que o cadastro de pacientes deve ter

O cadastro de pacientes é um recurso essencial para clínicas. Ele fornece as informações necessárias para conhecer bem o público e criar uma interação positiva com cada usuário da instituição de saúde. Por meio dele, é possível criar condições para conhecer aspectos relevantes das pessoas, o que possibilita a realização de um trabalho estratégico e de fidelização.

O que é o cadastro de pacientes?

O cadastro de pacientes é uma sistematização das informações essenciais sobre as pessoas atendidas na clínica. Ele possui dados relevantes, como nome, telefone, e-mail, endereço e data de nascimento.

Idealmente, esses registros devem ser reunidos em uma plataforma unificada e podem ser utilizados de forma estratégica para ações de fidelização, marketing e de acompanhamento do tratamento.

O cadastro de pacientes acontece a partir da chegada da pessoa na recepção. O profissional responsável pode abordar o usuário e fazer as perguntas necessárias, registrando as respostas. É essencial fazer a atualização periodicamente para garantir o sucesso.

Essa prática é importante porque ela oferece dados estratégicos sobre o público e ajuda a clínica a conhecer as pessoas com as quais está lidando, possibilitando o desenvolvimento de ações certeiras e focadas.

Como fazer um bom cadastro de pacientes?

Para fazer um bom cadastro de pacientes, acompanhe as dicas a seguir!

Inclua os campos essenciais

Muito além de informações categorizadas, o cadastro faz parte do histórico do paciente na clínica. Quando se fala em saúde, todo e qualquer dado pode ser crucial para o bom atendimento.

Os campos como nome, dados de contato (telefone, endereço, e-mail), número de documentos pessoais (RG, CPF) e planos de saúde, são necessários para processos burocráticos, tanto administrativos quanto financeiros.

Mas, além disso, há também informações mais específicas que podem facilitar o atendimento e também dar um panorama mais completo sobre o real estado de saúde do paciente. Assim, informações sobre quem acionar em caso de emergência também podem constar no cadastro. Outro dado importante é a profissão, que pode oferecer uma noção sobre a rotina da pessoa.

Acrescente um campo extra

Muitas clínicas também já se utilizam de um campo extra na ficha de cadastro para que o próprio paciente insira outras informações que julgar importante e que se sinta à vontade para declarar.

Essa personalização é uma maneira de mostrar mais interesse no paciente, humanizando o atendimento e demonstrando que ele realmente é importante para a sua clínica ou consultório. É claro que, assim como demais documentos, a ficha cadastral é sigilosa e deve ser armazenada com os cuidados adequados pelo estabelecimento.

Jornada do paciente: tudo o que você precisa saber para atrair e fidelizar clientes. Baixar eBook Grátis.

Atualize a base de dados

Sempre que o paciente comparecer à clínica, é importante revisar o cadastro e checar se houve alguma informação alterada. Dados desatualizados podem gerar a perda do contato, o que significa uma pessoa a menos para a instituição de saúde.

Com a atualização, é possível acompanhar o dinamismo da vida do usuário e desenvolver alternativas para atendê-lo da melhor forma possível.

 Faça a padronização da base de dados

Padronizar a base de dados é essencial para garantir mais eficiência operacional para os colaboradores da clínica. Não é nada efetivo contar com informações em profundidade de um paciente e deixar poucos registros sobre outro usuário.

Crie um roteiro para os profissionais seguirem. Isso proporciona um bom direcionamento para a coleta de dados.

 Aproveite os benefícios da tecnologia

Uma forma de otimizar a montagem do cadastro de pacientes é buscar apoio nas soluções informatizadas. No mercado, há softwares inteligentes capazes de armazenar dados de forma segura e de integrar essas informações aos outros setores da clínica.

Isso agiliza a rotina dos profissionais e proporciona condições para otimizar o fluxo de processos.

Quais os benefícios do cadastro de pacientes?

O cadastro de pacientes traz uma série de vantagens para a clínica. Ele proporciona condições para melhorar a eficiência do atendimento, pois reúne os principais dados para a realização de processos burocráticos e de atenção à saúde.

Além disso, a ferramenta oferece informações estratégicas para o estabelecimento no que diz respeito ao relacionamento com o paciente. Isso é fundamental para a realização de pesquisas de satisfação, para a construção de estratégias de marketing em saúde e para a humanização do atendimento.

O recurso também é um fator de confiança para o paciente. Com ele, os profissionais ficam munidos com as informações necessárias para o atendimento. Isso indica que a clínica está atualizada e que se preocupa em guardar os dados fornecidos pelo usuário. Ou seja, é uma demonstração de cuidado e confiabilidade.

O cadastro de pacientes é um recurso fundamental para instituições de saúde. Ele proporciona agilidade, precisão e qualidade para o atendimento ao reunir as informações básicas sobre o público. Com ele, é possível personalizar o serviço oferecido e manter uma relação mais próxima com as pessoas atendidas.

Uma ótima forma de fazer isso é por meio das tecnologias atuais. Com o apoio de softwares de gestão para clínicas, criar uma base de dados se torna mais fácil.

E então? Gostou de aprender sobre o cadastro de pacientes? Confira também o nosso post especial sobre como ser mais eficiente no consultório!

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.