Compartilhar Inscreva-se

Pacientes inadimplentes: 4 dicas para reduzir esse percentual

Pacientes inadimplentes: 4 dicas para reduzir esse percentual

A gestão financeira é um dos segredos para o sucesso de uma clínica. É preciso acompanhar esse setor e desenvolver práticas que conduzam ao equilíbrio e à sustentação do negócio. Nesse sentido, uma das abordagens inclui cuidar dos pacientes inadimplentes.

As pessoas que não pagam tratamentos, consultas e exames conforme o acordado geram desequilíbrio nas contas. Então, é importante estabelecer algumas práticas para reduzir esse percentual, especialmente quando existe a possibilidade de parcelamento.

Na sequência, veja como diminuir o total de pacientes inadimplentes e conquiste mais segurança financeira para a sua clínica.

1. Tenha um setor exclusivo para cobranças

Depois que os atrasos ocorrem, é preciso agir rapidamente e do jeito certo. A intenção é não constranger o paciente e nem prejudicar o relacionamento com ele. Ao mesmo tempo, a atuação tem que ser direcionada — e não apenas “quando sobrar tempo” para a atividade.

Por isso, o recomendado é desenvolver um setor exclusivo voltado para a área de cobranças. O comum é envolver telemarketing e uma equipe responsável por fechar os contatos e conseguir retornar parte dos valores. Com uma boa estrutura, os resultados são melhores.

Mas para que isso funcione, é essencial contar com bons profissionais para o setor, que tenham facilidade em dialogar, que saibam ser simpáticos e ao mesmo tempos bons em negociar, mantendo a calma e cautela no diálogo com os pacientes inadimplentes. Na hora de contratar profissionais para esse setor, preste atenção nesses perfis.

2. Crie uma política de negociação

Ainda que seja relevante diminuir o número de pacientes inadimplentes, é indispensável que o processo não cause prejuízos para a clínica. Além do mais, todos devem ter acesso a condições semelhantes. Não é recomendado oferecer 30% de desconto a uma pessoa e apenas 5% a outra, por exemplo. Isso só levaria a um tratamento diferenciado e prejudicaria a relação com os pacientes.

O melhor é elaborar uma política padronizada para ser seguida pelos colaboradores. Desse jeito, o setor consegue apresentar acordos estruturados e que sempre mantêm os resultados para a clínica.

Antes de definir qual a condição ideal para oferecer aos pacientes inadimplentes, converse com a equipe do setor de cobranças e entenda o perfil desse público. Após isso, alinhe a melhor estratégia e oriente a equipe como repassar isso aos pacientes devedores.

Com o tempo, talvez seja interessantes mudar a condição oferecida, tendo em vista os resultados alcançados desde a primeira estratégia utilizada. Para isso, ter uma conversa semanal com a equipe é essencial para definir os próximos passos.

Sistema de controle financeiro para clínicas

3. Capacite a equipe de cobranças

Depois de criar um segmento exclusivo e de montar uma política de negociação, é o momento de garantir que os profissionais possam executar todas as tarefas adequadamente. Então, é essencial formar um bom time de cobranças.

O processo inclui, por exemplo, definir um script com falas principais e meios de abordagem. Também é importante estabelecer como vencer as maiores objeções e como não constranger quem é cobrado. Por meio de treinamentos, todos os colaboradores entendem o que fazer para conquistar bons resultados.

Pacientes inadimplentes podem gerar um prejuizo gritante para a sua clínica ou consultório médico, por isso é importante seguir orientações e buscar acordos, diálogos e intervenções. As pessoas devedoras, geralmente, estão passando por alguma dificuldade, mas querem liquidar suas dívidas. Por isso é importante ter controle mental e lidar com essas situações de forma lúcida e demonstrando compreensão pelo atual momento do seu paciente.

4. Tenha o apoio de um bom software

Uma das questões sobre pacientes inadimplentes é que, quanto maior for o tempo de atraso, menores são as chances de pagamento. Então, é muito importante realizar um acompanhamento robusto para identificar os atrasos o mais rapidamente possível.

Por meio um software de gestão integrada, é possível verificar os dados e saber quando agir. Também é fácil automatizar tarefas, como o envio de mensagens com avisos sobre o atraso ou o vencimento. Assim, a política de cobranças se torna ainda mais efetiva.

Para reduzir a taxa de pacientes inadimplentes é fundamental ter um setor estruturado e utilizar a abordagem correta. Além de boas negociações, é preciso garantir a adequação às exigências legais, de modo a coibir abusos.

O Clínica nas Nuvens é o software ideal para ajudar você em todas estas questões, mas não é só isso, ele é muito mais amplo e abrange todos os setores da sua clínica ou consultório, integrando, conectando e facilitando a vida dos profissionais e dos pacientes.

Tenha recursos incríveis que vão mudar o dia a dia do seu ambiente profissional como: prontuário eletrônico, controle financeiro, agenda médica online, arquivos de pacientes salvos na nuvem, segurança nos dados, marketing médico e muito mais.

Faça como os mais de 12 mil usuários do Clínica nas Nuvens e peça já uma demonstração gratuita. Você não vai se arrepender de ter um dos melhores softwares de gestão de clínicas e consultórios do mercado.

Quer mais recomendações como essas para a sua gestão? Assine a nossa newsletter e receba nossas novidades diretamente em sua caixa de entrada! Também estamos nas redes sociais, segue a gente lá!

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.