Indicadores de desempenho de clínicas: o que são e como implementar 

Indicadores de desempenho de clínicas: o que são e como implementar 

Assim como exames de rotina são realizados para detectar problemas e garantir que uma pessoa está saudável, os indicadores de desempenho de clínicas são indispensáveis para monitorar a saúde da clínica. Eles ajudam a identificar problemas operacionais antes que aconteçam e permitem ações corretivas e antecipadas. 

É fundamental monitorar e avaliar constantemente o desempenho da clínica para garantir a sua sustentabilidade e crescimento. Os indicadores de desempenho permitem uma visão clara e objetiva sobre diferentes aspectos operacionais e financeiros. 

Você sabe como criar e analisar estes indicadores para utilizar na melhor forma possível para a sua clínica? Fique neste texto e descubra tudo o que é necessário. Boa leitura! 

fluxo de caixa para clínica

A importância dos indicadores de desempenho para clínicas 

Os indicadores de desempenho, também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicators), são métricas que ajudam a medir o sucesso de uma clínica em atingir seus objetivos estratégicos. Eles são essenciais para indicar áreas de melhoria, tomar decisões e aumentar a eficiência operacional. 

A clínica que monitora os indicadores, consegue detectar pontos fracos e desenvolver estratégias para corrigi-los. Quanto mais familiarizada a gestão está com a geração, análise e criação de planos de ação com base nos indicadores, maior é a chance de qualidade e sucesso. 

Principais indicadores de desempenho para clínicas 

Separamos os principais indicadores de desempenho para clínicas, continue lendo e confira. 

Indicadores de atendimento  

Quando falamos em clínica, o atendimento é sempre um dos pontos mais importantes para analisar. Nos indicadores de atendimento de clínicas, as métricas vão monitorar a qualidade e a eficiência dos serviços prestados aos pacientes e a performance dos profissionais de saúde. 

Através dos resultados, é possível ter conhecimento sobre diversos aspectos do processo de atendimento. Alguns dos principais são sobre a satisfação do paciente, número de agendamentos por profissional ou especialidade e taxa de no-show de pacientes. 

Alguns exemplos de indicadores de atendimento para clínicas são: 

  • Tempo médio de espera; 
  • Taxa de no-show (quando o paciente falta a consulta); 
  • Número de agendamentos; 
  • Agendamentos por situação. 

Indicadores financeiro 

Os resultados mais importantes e talvez os que geram mais preocupação entre os indicadores de desempenho de clínicas são os financeiros. Os indicadores financeiros para clínicas servem para acompanhar a lucratividade, a eficiência dos custos e a sustentabilidade financeira da clínica. 

É possível através dos indicadores, entender quais procedimentos e especialidades geram mais retorno financeiro para a clínica. Com os dados, o gestor pode criar ações que impeçam a clínica de fechar o mês no vermelho ou projetar o crescimento, fortalecendo esforços nos procedimentos e especialidades que mais vendem. 

Como exemplo temos: 

  • Procedimentos ou especialidades que mais trazem receia; 
  • Resumo da receita e despesas do período; 
  • Gráfico das movimentações dos últimos 12 meses. 

Analisar os indicadores financeiros são essenciais para investir tempo e dinheiro nos procedimentos e especialidades certos, mantendo a sustentabilidade do negócio e dar passos seguros para a clínica crescer de forma organizada.   

Indicadores de vendas 

Para clínicas, tratar serviços como vendas pode ser complicado, mas é essencial. Os indicadores de vendas para clínicas são um conjunto de métricas que mede os resultados das estratégias de vendas e marketing. 

Se uma clínica deseja atrair novos pacientes é preciso elaborar estratégias, e para isso, precisa de dados em mãos para investir os esforços nas estratégias certas.  

Alguns dos indicadores de vendas para clínicas que você pode acompanhar são: 

  • O ticket médio dos orçamentos; 
  • Quantos orçamentos estão abertos, perdidos e cancelados; 
  • E o valor faturado por cada vendedor, profissional de saúde e paciente; 
  • Motivos pelos fechamentos. 

Com essas informações em mãos, o gestor da clínica consegue potencializar os resultados de vendas da clínica, ajudando a equipe a identificar quais os procedimentos e especialidades que mais vendem, movimentando os esforços do time.   

Plano de tratamento para clínicas

Indicadores de planos de tratamento   

É bem comum que um médico apresente o que é necessário para a recuperação do paciente através de planos de tratamento. E a gestão deve acompanhar os indicadores de planos de tratamento para disponibilizar tudo o que é necessário e ainda projetar resultados futuros. 

Os números ajudam a entender como os tratamentos estão sendo seguidos pelos pacientes e áreas onde podem ser necessárias melhorias. 

Fique atento a:  

  • Valores dos planos tratamentos que estão em aberto; 
  • Planos de tratamentos em andamento, cancelados e finalizados; 
  • Número de procedimentos por situação;  
  • Valor que a clínica receberá dos procedimentos autorizados; 
  • Ticket médios dos procedimentos vendidos; 
  • Planos faturados por especialidade, procedimento ou profissional. 

Indicadores de estoque 

Para o bom funcionamento da clínica é importante acompanhar se todos os materiais necessários, sejam eles de escritório ou hospitalares, estão em estoque e como está sua situação de armazenamento. 

Os indicadores ajudam a entender o fluxo de materiais, identificar problemas de falta ou excesso de estoque, e otimizar a gestão de recursos para evitar desperdícios e garantir a disponibilidade de itens essenciais. 

Os indicadores vão demonstrar: 

  • Estoque atual; 
  • Produtos com mais e menos saída; 
  • E valor por quantidade. 

Como implementar indicadores para clínicas    

Conhecendo as principais categorias de indicadores de desempenho para área de saúde, é hora de determinar quais são os mais importantes para a sua clínica acompanhar. Basta seguir alguns passos importantes. 

Para isso é interessante que sua clínica tenha um planejamento estratégico.  A partir dele, sua clínica vai ter objetivos claros e mensuráveis para cada indicador de desempenho. Então vai ser necessário coletar e armazenar os dados referentes ao indicador.  

Um exemplo bem simples é: se você deseja saber a taxa de no-show para criar ações que evitem as faltas, precisa separar os dados de agendamento dos que compareceram e os que faltaram. 

É indicado para ter mais precisão com estes dados, utilizar softwares para clínicas. A automatização dos processos, faz com que os erros humanos sejam reduzidos na hora dos registros e garantem a consistência dos dados coletados.  

Ao coletar os dados chegou a parte mais importante, analisar os indicadores de desempenho da clínica regularmente (diariamente, semanalmente, mensalmente). Compare os resultados com os objetivos estabelecidos e identifique tendências e desvios. 

Com isso vai ser possível desenvolver planos de ação para melhorar os indicadores que estão abaixo das metas e até mesmo gratificar os envolvidos nos resultados positivos para estimular a equipe a alcançar novos resultados. 

software médico

Principais erros ao estabelecer indicadores 

Todo o processo só vai fazer sentido se forem estabelecidos indicadores de desempenho para clínica eficazes. Tentando obter melhores resultados, muitas clínicas cometem erros comuns e que podem ser evitados. Tais como: 

  • Selecionar métricas que não estão alinhadas com os objetivos estratégicos da clínica; 
  • Não definir direito o significado de cada indicador, dificultando a compreensão; 
  • Escolher indicadores que são difíceis ou impossíveis de medir com precisão; 
  • Priorizar indicadores quantitativos sem considerar os qualitativos; 
  • Ter um número excessivo de indicadores, o que pode levar à sobrecarga de informações e dificuldade em focar no que é importante; 
  • Focar apenas no curto prazo. 

Evitar esses erros comuns facilita a tomada de decisões informadas, melhora a eficiência operacional e ainda contribui para um atendimento de qualidade aos pacientes. 

Como a tecnologia apoia na geração de indicadores de desempenho para clínicas 

Automatizar a coleta e análise de dados, garante maior precisão e economia de tempo. Softwares para clínicas como o Clínica nas Nuvens são capazes de gerar relatórios detalhados e em tempo real. 

Etapas como o agendamento, atendimento e outras atividades da clínica podem ter o registro automático de dados, facilitando o monitoramento de indicadores como atendimentos por convênio e particular e taxa de no-show. 

Além disso, dashboards interativos gerados dentro do sistema, ajuda a visualizar melhor os resultados e a prever tendências e padrões que não seriam facilmente perceptíveis através de métodos tradicionais. 

Se quer saber melhor como funciona um software de gestão para indicadores de desempenho para clínicas, conheça o Clínica nas Nuvens. Peça uma demonstração gratuita!  

Compartilhe
Mariana dos Santos Jose

Mariana dos Santos Jose

Redatora com expertise em criação de conteúdos digitais de negócios para negócios. Focada em tecnologia, acredita nas palavras como pontes para soluções com iniciativas valiosas como o Clínica nas Nuvens.
Compartilhar Inscreva-se