Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Entenda o que é reengajamento e como ele pode contribuir com sua clínica

Entenda o que é reengajamento e como ele pode contribuir com sua clínica

Conquistar novos pacientes é muito importante, mas manter e reaproximar os antigos pode garantir uma relação mais duradoura e que gere outros frutos além da consulta em si, como indicações para sua clínica, por exemplo. Por isso, uma forma de aumentar mais ainda o movimento da sua clínica é fazer o reengajamento de pacientes que, por uma série de razões, não retornaram para novos atendimentos.

No post de hoje, vamos dar dicas de como reengajar os pacientes — ou seja, reaproximá-los da clínica para tentar refidelizá-los. Confira!

Descubra o porquê de os pacientes não terem retornado

Existem muito motivos pelos quais um paciente pode não retornar à clínica ou consultório. Alguns são inevitáveis, como mudança de cidade ou falecimento, enquanto outros podem ser sinais de algum problema na gestão do consultório, como atendimento insatisfatório ou condições de preço menos competitivas que as da concorrência.

Antes de ir atrás para fazer o reengajamento dos pacientes que sumiram, é importante saber seus motivos por não ter retornado. Caso seja identificado algum problema de gestão, ele deve ser trabalhado.

Por isso, comece a implementar uma política de feedback dos pacientes, com pesquisas simples de opinião sobre a clínica, os colaboradores, o atendimento, a qualidade do serviço. Isso não apenas garantirá um diagnóstico de como está seu consultório como mostrará pontos fortes que poderão ser usados no reengajamento.

Mantenha um cadastro integrado com as informações dos pacientes

A tecnologia é grande aliada da área de saúde, seja no tratamento em si ou na gestão e administração. Usar softwares integrados com todas as informações dos pacientes é muito útil para coletar dados para o reengajamento. Primeiro, é possível identificar os pacientes que não aparecem há pelo menos seis meses e fazer uma lista dos potenciais reengajáveis.

Segundo, usar as informações dos últimos atendimentos e tratamentos mostrará uma preocupação personalizada com o paciente e reativará a possibilidade de fidelização do paciente. Por isso, manter sua base de dados completa e integrada é muito útil para o reengajamento e para fortalecer a relação de confiança entre médico e paciente.

Tenha como meta a excelência no atendimento

Um excelente atendimento, desde a recepção e espera até a consulta e tratamento, faz toda a diferença. Mantenha isso como meta, usando as noções de humanização do atendimento, por exemplo. Para um reengajamento bem-sucedido, o paciente precisa se lembrar de por que voltar e do que vale a pena — e um atendimento excelente é sempre algo memorável.

Se na pesquisa prévia você identificou que o atendimento da sua clínica deixava a desejar, é importante no reengajamento demonstrar que houve mudanças nesse quesito.

Procure a melhor abordagem possível

Existem muitos meios de contato hoje em dia: e-mail marketing, redes sociais e até mesmo um telefonema. Mas é preciso tomar muito cuidado com a abordagem utilizada, qualquer que seja o meio. Procure usar um tom pessoal, que mostre uma preocupação com a pessoa, não com conseguir ou não mais um paciente.

É importante que o paciente perceba que você se lembrou dele e está conferindo se está tudo bem, por exemplo. Não agir como um vendedor, mas como um ser humano genuinamente preocupado com outro, é uma técnica excelente para o reengajamento na área da saúde.

Ofereça um diferencial

Não adianta ser mais um no mercado. Em um mundo competitivo como o nosso, é preciso ter um diferencial, e apenas o preço não é o bastante. Atendimento excelente e sala de espera confortável, com opções como revistas, wi-fi, televisão, segurança na consulta são alguns diferenciais necessários.

Com essas cinco dicas, é possível começar o trabalho de reengajamento dos seus pacientes. Afinal, é mais barato trazer antigos pacientes de volta que puramente investir em conseguir novos.

Não perca mais tempo e faça um plano de ação para o reengajamento agora mesmo. E para ter mais um ponto de partida para isso, confira também nosso post sobre como manter o relacionamento com o paciente após a consulta!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *