Compartilhar Inscreva-se
A saúde da sua clínica também precisa de cuidados!
  • Diminua 50% as faltas dos pacientes.
  • Economize 40% no tempo de suas secretárias.
  • Facilite 100% seu dia.
Gostou desse conteúdo?

Junte-se a nossa lista de 10.500 profissionais da saúde e receba em primeira mão conteúdos exclusivos, eBooks e dicas de gestão.

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos, dicas e ferramentas exclusivas.

Retorno de consulta: como funciona, direitos do paciente e mais

Retorno de consulta: como funciona, direitos do paciente e mais

Realizar o controle efetivo do retorno de consulta dos pacientes é uma tarefa muito importante, tanto por motivos financeiros quanto de relacionamento com o cliente.

Isso porque saber a data que o paciente deve voltar a seu consultório e, se for preciso, lembrá-lo disso, é relevante para o sucesso de sua clínica.

Contudo, fazer essa monitoração manualmente, costuma ser cansativo e desgastante, além de estar sujeito a diversas falhas. Por essas razões, a tecnologia é primordial para auxiliar nesse momento.

Se você deseja conhecer a importância de realizar um controle de retorno de consulta, acompanhe este post para conhecer seus benefícios. Continue a leitura e confira!

Saiba como software Clínica Nas Nuvens auxilia no controle dos retornos de consulta!

Qual é a diferença entre retorno de consulta e consulta médica?

O retorno de consulta médica ocorre quando, em um primeiro momento, não é possível concluir um diagnóstico ao problema do paciente. 

Sendo assim, o médico pode solicitar exames e o paciente possui o direito de uma nova consulta. Neste cenário, o retorno de consulta não pode ser cobrado do paciente, como previsto na resolução 1.958.

A necessidade de retorno para a conclusão do diagnóstico é definida inteiramente pelo médico assistente. 

Desta maneira, a principal diferença é que em uma consulta o problema do paciente passa a ser investigado, enquanto no retorno são avaliados exames que auxiliem na identificação do problema.

O paciente tem direito à consulta de retorno?

retorno de consulta exames

Como previsto na resolução 1.958, o paciente possui o direito de dar continuidade ao seu diagnóstico a partir de um retorno de consulta. 

Vale ressaltar, porém, que esse retorno somente é direito do paciente quando o objetivo é dar continuidade à queixa inicial. Sendo assim, caso surjam novos problemas, o paciente terá de arcar com os custos da consulta em questão.

A quanto retornos o paciente tem direito?

O paciente possui direito ao retorno médico somente uma vez. Além disso, esse retorno precisa ocorrer no prazo estabelecido pelo profissional. 

Consequentemente, caso o paciente precise realizar consultas recorrentes, o processo é caracterizado como novas consultas, e não retorno médico. 

Ou seja, cada paciente possui direito a somente um retorno, com um mesmo profissional, no período que tradicionalmente é de 30 dias. 

Consulta de emergência tem direito a retorno?

Como a identificação do problema pode requerer exames que possibilitem o diagnóstico, em caso de emergência o paciente pode também precisar de retorno.

Geralmente, esse tipo de atendimento é diagnosticado e resolvido de forma mais ágil, por isso pode não ocorrer a necessidade de uma nova consulta. 

Ainda assim, caso exista a necessidade, o paciente de emergência também possui direito a retorno conforme o prazo estabelecido pelo médico.

O retorno de consulta médica pode ser cobrado?

Embora o retorno de consulta médica seja um direito do paciente, ele pode ser cobrado caso o tempo definido pela clínica seja ultrapassado. 

Além disso, se o paciente não solicita os exames indicados 15 dias após a consulta com o profissional, isso também pode caracterizar uma nova consulta.

Identificar e registrar esses prazos é muito importante para que a clínica entenda se o retorno será cobrado ou não. 

Além disso, é comum que a operadora defina essas condições no contrato com o paciente, nos planos de saúde.

Projeto de Lei 8231/17 sobre retorno de consulta médica

Esse projeto de lei estabelecia o prazo mínimo de 60 dias para o retorno da consulta médica e apresentação de exames. 

Na prática, os pacientes teriam direito ao retorno sem custo pelo período de tempo regulado pela câmara dos deputados.

Desta maneira, o retorno seria cancelado somente se o paciente não solicitasse os exames no período de 15 dias após a consulta inicial.

No entanto, esse projeto foi arquivado, pois limita a atividade médica ao pré-definir os prazos de retorno. 

Sendo assim, os profissionais possuem autonomia para combinar com o paciente o prazo mais adequado para o retorno. 

Vale lembrar que é necessário considerar o período de realização e resultado dos exames para a nova consulta. 

Consequentemente, é necessário que o profissional considere esse período e defina, com o paciente, o melhor prazo para o retorno sem custo.

Qual o prazo para retorno de consulta médica?

Nas normas legislativas não estão definidos prazos para que o paciente retorne à consulta. Assim, os médicos definem a data de retorno com o paciente no momento da primeira consulta.

Comumente, os profissionais definem esse período sendo 30 dias, para a apresentação dos exames e conclusão diagnóstica. 

estudo de resultados dos exames no retorno de consulta

Ainda assim, esse período pode ser maior ou menor, conforme o que foi acordado entre médico e paciente na hora da solicitação dos exames.

O paciente tem alguma obrigação em relação ao retorno médico?

Para garantir o direito ao retorno de consulta o paciente precisa respeitar os prazos estabelecidos pelo profissional. 

Sendo assim, caso não realize os exames dentro do prazo estabelecido, ou não retorne no período indicado pelo médico, o paciente perde o direito ao retorno.

As obrigações do paciente para garantir seu retorno sem cobranças ao médico são:

  • Seguir as orientações quanto à medicação;
  • Realizar todos os exames indicados pelo médico;
  • Retornar antes do prazo estabelecido pelo profissional na consulta inicial;
  • Marcar e acompanhar os resultados do exame com antecedência.

Caso seja negligente com essas indicações, o médico pode considerar o retorno como sendo uma nova consulta. Consequentemente, o paciente precisará arcar com esses custos.

Qual o modelo ideal de agendamento para o retorno de consulta?

Realizar o agendamento retorno de consulta virtualmente pode ser muito vantajoso tanto para o paciente quanto para a clínica. 

Isso porque desta maneira o paciente pode ser notificado e lembrar deste retorno caso tenha perdido ou esquecido o prazo.

O agendamento de consulta online também favorece o controle da clínica sobre a consulta em questão. 

Desta maneira, é mais simples identificar se o paciente cumpriu as obrigações e terá direito ao retorno sem a necessidade de uma cobrança.

O acompanhamento dos exames e resultados também é muito mais simples nesse processo. Para facilitar o monitoramento da clínica em um agendamento de retorno, portanto, o ideal é utilizar um software que auxilie esse controle.

Retorno de consulta: por que ter esse controle?

Tendo entendido a importância do agendamento online para o retorno de consulta dos pacientes, é necessário entender a importância do controle da clínica sob esses prazos e agendamentos.

Pensando nisso, separamos algumas vantagens das organizações que controlam adequadamente as consultas e retornos, acompanhe.

Proporciona o aumento da receita

Ao ter a total gerência de suas consultas e retornos, é possível saber exatamente quais serão os atendimentos, os procedimentos mais lucrativos, motivos dos cancelamentos, além de ter controle de convênios e conhecer as formas de pagamento.

Quando se tem essas informações, consegue-se adotar decisões estratégicas, com base na análise do negócio — fatores que, consequentemente, possibilitam que a receita seja consideravelmente aumentada.

Além disso, um dos principais motivos para controlar o retorno dos pacientes é manter ativo o fluxo de caixa da clínica ou consultório, já que, cada vez que alguém busca pelo estabelecimento, precisa pagar pela consulta. 

Ainda, com isso, os médicos podem orientá-los a não buscar por um profissional da saúde somente quando há uma emergência ou sintomas de doenças, já que tratamentos devem ser preventivos.

Diminui os buracos da agenda

Os “buracos” ou espaços não preenchidos na agenda de um profissional de saúde são capazes de gerar prejuízos para a clínica. 

Isso ocorre porque uma vez que se há uma brecha muito grande entre os atendimentos, o médico deixa de ganhar dinheiro, pois ele não consegue gerar outra atividade produtiva durante o período. 

Como consequência, haverá tempo ocioso para o profissional e perda de dinheiro para o estabelecimento.

Assim, essa é uma das razões para controlar o retorno de pacientes e diminuir as suas faltas, pois, dessa maneira, a agenda se mantém totalmente completa, já que será grande o número de pessoas que devem procurar por atendimento.

Contribui para uma melhor experiência do paciente

Sem dúvidas, o paciente também é beneficiado ao retornar com frequência ao estabelecimento de saúde, uma vez que, com essa atitude, ele consegue acompanhar de perto o seu quadro clínico e, inclusive, descobrir possíveis doenças ainda em estágio inicial.

As doenças que são diagnosticadas antes de avançarem no organismo, contam com chances de cura significativamente maiores — o que contribui para uma melhor experiência do paciente e, ainda, preserva a saúde e qualidade de vida.

Outro fator relevante é que, ao controlar o retorno e adotar estratégias para que retornem, faz com que haja continuidade no relacionamento com o paciente, o que gera a fidelização e leva as pessoas a terem mais confiança nos serviços de sua clínica.

ebook banner

Permite o crescimento da clínica

Ao ter menos brechas na agenda, com pacientes mais satisfeitos e que retornam com mais frequência para cuidarem da saúde e fazerem consultas periódicas, a clínica deve crescer.

Logo, com o crescimento da clínica, a tendência é contratar mais profissionais e ampliar os atendimentos — fatores que fazem com que a quantidade de consultas, bem como a receita, aumentem mais ainda.

Agora que você já conhece a importância do controle do retorno de consulta, saiba que para realizar um controle efetivo.

Uma boa medida é investir em um software para clínica médica, como o Software Clínica nas Nuvens, sistema que permite o acompanhamento do atendimento de pacientes, agenda médica, auxilia na gestão da clínica, controle financeiro, entre outros recursos importantes.
retorno de consulta prazo

Saiba como realizar processos de agendamento virtualmente e garanta maior facilidade para seus pacientes e profissionais!

Conclusão

O retorno de consulta é um direito do paciente que precisa ser agendado e definido pelo médico sempre que necessário.

Como é um processo sem custos para o paciente, é muito importante promover uma gestão avançada que otimize esse atendimento. 

Desta maneira, é fundamental considerar a realização e período de recebimento dos exames solicitados. Para isso, contar com ferramentas tecnológicas pode ser de muita valia.

Se você deseja conhecer mais sobre o Software Clínica nas Nuvens, entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo!

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.