Compartilhar Inscreva-se

Receba dicas para o seu negócio lucrar mais

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos, dicas e ferramentas exclusivas.

Pós-pandemia: como será o atendimento e cuidados das clínicas?

Pós-pandemia: como será o atendimento e cuidados das clínicas?

A pandemia de coronavírus trouxe profundas modificações na dinâmica da sociedade e das instituições de saúde. Com as medidas de isolamento social e a demanda de maiores cuidados para evitar a propagação do vírus, as clínicas precisam implementar novas estratégias para garantir o atendimento dos pacientes e minimizar os riscos de contágio.

Mesmo no momento em que ainda não é possível visualizar o fim da crise, é necessário projetar cenários para o futuro e se preparar para o pós-pandemia. Esses esforços são fundamentais porque as instituições de saúde vão precisar implementar adaptações no sistema, já que o COVID-19 é de fácil contágio e também gerou profundos impactos nas finanças de grande parte das organizações.

Preparamos este conteúdo especial com informações sobre como será a dinâmica de atendimento e cuidados das clínicas. Continue acompanhando e entenda!

Como vão ser o atendimento e os cuidados pós-pandemia?

Os gestores de saúde já estão conscientes do fato de que a realidade não voltará a ser como era antes. É preciso criar estratégias para garantir uma boa prestação de serviços de saúde mesmo diante das dificuldades que vão persistir no pós-pandemia. Veja mais sobre como vão ser o atendimento e os cuidados nesse período a seguir!

Necessidade de focar na qualidade dos atendimentos

A flexibilização das medidas de isolamento deve ocorrer de forma muito gradual e com diversas restrições. Por isso, os estabelecimentos de saúde devem focar na qualidade. Não há espaço para equívocos e repetições de exames, pois os deslocamentos e encontros vão continuar envolvendo risco.

Além disso, parte da população pode ter dificuldade na adequação com os atendimentos online. Os colaboradores devem ser continuamente capacitados e preparados para focar na qualidade das consultas.

Demanda de realização de acompanhamentos mais precisos e constantes

No cenário pós-pandemia, é importante considerar que vão ser necessários acompanhamentos mais precisos e constantes. A população está mais fragilizada e sujeita às alterações do clima. Além disso, percebe-se o quanto a saúde das pessoas está afetada pelo estresse e ansiedade do momento atual.

Dessa forma, os profissionais de saúde precisam estar mais próximos, para oferecer assistência diante da maior suscetibilidade a doenças e danos.

Promoção de uma política de desmilitarização da saúde

Segundo Jean Segata, professor do programa de pós-graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é necessário desmilitarizar a saúde. A proposta de combate a inimigos em vigor na saúde tende a gerar exclusão social, comportamentos de segregação e discriminação de pessoas doentes. Assim, é essencial fortalecer a humanização do atendimento e focar em promoção de saúde.

Busca de auxílio da tecnologia

Com a pandemia, as tecnologias na área da saúde se expandiram exponencialmente. Uma série de cuidados estão sendo prestados a distância, auxiliando na minimização dos deslocamentos e evitando contágio. No pós-pandemia, haverá a retomada de muitos procedimentos presenciais, mas a tecnologia vai participar mais ativamente da rede de serviços.

Atenda seus clientes sem sair de casa com a Telemedicina.

O que pode ser feito para reduzir os impactos financeiros nas clínicas?

As clínicas estão sujeitas a impactos financeiros devido à pandemia. A redução de procedimentos e da procura pelos serviços de saúde leva a uma grande redução no fluxo de caixa. Os gestores precisam revisar estratégias diariamente e avaliar propostas para o enfrentamento do problema.

Uma boa proposta para o pós-pandemia é a adoção do acompanhamento online de práticas em que isso é possível. A telemedicina oferece assistência a um custo menor, o que será importante nesse cenário de crise generalizada. Além disso, alguns procedimentos podem ser feitos em casa, como as coletas de sangue para laboratórios.

O pós-pandemia é um momento delicado para as clínicas, dado que o número de pacientes ainda será pequeno e haverá algum nível de restrição de circulação. Os estabelecimentos de saúde devem buscar desenvolver estratégias para lidar com essas dificuldades. A tecnologia abre oportunidades para ampliar o acesso, fortalecer a rede de assistência e melhorar o gerenciamento de processos na instituição.

Com práticas baseadas na ética, na segurança e na prevenção e com a aposta no potencial dos recursos informatizados, é possível criar alternativas viáveis no pós-pandemia. Gostou de aprender sobre o assunto? Aproveite e deixe o seu comentário!

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

Ajudo a facilitar a rotina de nossos clientes, gerenciando o time que trabalha constantemente para simplificar a gestão de clínicas, consultórios e centros médicos pelo Brasil.