Compartilhar Inscreva-se

Prontuário eletrônico: confira as principais vantagens

Prontuário eletrônico: confira as principais vantagens

Nos últimos 10 anos houve avanços significativos no uso de tecnologias na medicina e a tecnologia da informação entrou nos consultórios. Hoje em dia, é possível checar os efeitos colaterais de um medicamento, acessar sistemas médicos, agendar consultas e atualizar o prontuário eletrônico com a ajuda de tablets e smartphones.

Com tantas mudanças, não há motivos para você continuar registrando o histórico médico de seus pacientes em folhas de papel, guardando em pastas suspensas e armazenando-os em gaveteiros cinzas de metal.

Os prontuários eletrônicos, além de serem acessíveis em qualquer lugar do mundo por meio de um computador conectado à internet, deixam seu consultório mais agradável, já que eliminam a presença de armários para os documentos físicos.

Quer saber quais são as vantagens que esse tipo de registro traz? É só continuar a leitura deste post!

Prontuário de papel: método tradicional, porém com menos benefícios que o prontuário eletrônico

O método tradicional de registrar o histórico do paciente não necessita de treinamento e, a curto prazo, é mais barato. Uma das principais vantagens do papel é que ele tem validade jurídica, pois acompanha a assinatura e o carimbo do médico.

Porém, não existe um padrão para criar um prontuário e cada profissional pode adotar o modelo que desejar. Ele também tem pouca durabilidade, pois pode se desgastar com o tempo e não é à prova de fogo ou de chuva. Além disso, ainda existe o prejuízo ambiental e a necessidade de espaço para armazenamento.

Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP): método inovador e universal

O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é um sistema de prontuário médico padronizado e em formato eletrônico que pode ser acessado por diferentes clínicas e laboratórios. O sistema foi implantado no Brasil em 2002 e seu funcionamento é muito simples. Seu principal objetivo é ser universal e portátil.

Quando o paciente vai a uma consulta médica de rotina, seus dados são atualizados com informação de medicamentos, alergias, vacinas, tipo sanguíneo, entre outros, e compartilhado entre os hospitais, médicos e outros serviços de diagnóstico.

A principal característica do sistema é o rápido acesso a todos os dados de saúde do paciente, que pode ser muito bem aproveitado em caso de acidentes, por exemplo. Embora o PEP funcione em vários hospitais brasileiros, ainda é necessário padronizar o sistema, fazer melhorias na interface e ampliar a confiabilidade dos dados. Além disso, o servidor em que essas informações são armazenadas gera várias discussões éticas, já que envolve o pacto de sigilo entre médico e paciente.

Prontuário Eletrônico: vantagens e desvantagens

O uso do prontuário eletrônico, ainda que precise dos ajustes mencionados, é cada vez mais comum em clínicas, consultórios e hospitais que buscam inovação tecnológica. Agora, é hora de conhecer um pouco mais sobre suas vantagens e desvantagens para entender os motivos pelos quais incorporá-lo na rotina pode ser uma boa solução.

Proporciona maior segurança

A segurança está em primeiro lugar na lista das vantagens do prontuário eletrônico. Um ambiente integrado garante menos chances de perdas de dados, uma vez que o papel é descartado muito mais rapidamente.

Garante a redução de espaço

Um consultório organizado diz muito sobre o profissional. Com o prontuário eletrônico, é possível consultar os dados com muito mais rapidez e agilizar a rotina médica, além de afastar qualquer necessidade de revirar pastas e papéis em busca do que é necessário sobre o paciente.

Permite maior produtividade

Com a consulta rápida, os profissionais da clínica ou do hospital conseguem exercer suas atividades com mais qualidade. O tempo de sobra pode ser administrado de forma mais produtiva, até mesmo voltado ao adiantamento de outras tarefas.

Facilita o acesso remoto ao prontuário

É muito comum que o atendimento ao paciente continue mesmo após a consulta. Com o prontuário eletrônico, o médico pode ter acesso remoto às informações, por meio de diversas plataformas. Ou seja, fica mais fácil averiguar o que aconteceu com aquele paciente e prestar um retorno adequado e satisfatório mesmo fora do consultório.

Conheça o Prontuário Eletrônico

Impede erros de transcrição e legibilidade

É muito importante que os profissionais de saúde evitem erros no prontuário eletrônico, tanto de escrita quanto de leitura. É comum encontrar letras de difícil entendimento, que prejudicam a compreensão dos dados. Além disso, nem sempre existe tempo hábil para realmente detalhar tudo o que é preciso, e a digitação no computador ou em outro dispositivo eletrônico é muito mais rápida do que uma transcrição longa demais. Sendo assim, o prontuário eletrônico entra em cena como um meio muito eficiente de deixar tudo registrado de maneira correta e clara.

Oferece personalização

O prontuário eletrônico também pode ser personalizado de acordo com a área de atuação do profissional de saúde. Afinal, cada especialidade exige detalhes diferentes que são determinantes para o tratamento do paciente. As funcionalidades básicas costumam ser as mesmas, mas as específicas podem ser alteradas conforme a necessidade.

Viabiliza o controle epidemiológico

Além de deixar todas as informações do paciente categorizadas e devidamente organizadas, o prontuário eletrônico também viabiliza todo o processo de análise de atendimentos e diagnósticos. Com isso, toda uma região pode ser beneficiada com um controle epidemiológico preciso e assertivo. O sistema ainda disponibiliza uma filtragem para selecionar pacientes conforme enfermidade e região, para identificar possíveis surtos e epidemias.

Investimento e treinamento da equipe

Em termos de desvantagens, vale a pena mencionar a questão do investimento, que é um pouco mais alto, e a adaptação na mudança de rotina. Contudo, é preciso colocar essas duas questões mínimas na balança e pesá-las diante de tantas outras vantagens. Estamos na era digital — não existe estabelecimento sem internet. Então por que seria difícil se adaptar a esse uso?

Além do mais, este é um investimento que tem um alto custo-benefício agregado. Por isso, pense bem antes de descartar essa implementação tão inovadora, funcional e útil.

Para implantar o prontuário eletrônico, é preciso adotar um software que ofereça essa funcionalidade. Uma boa opção para isso é o Clínica nas Nuvens que, além do prontuário eletrônico, oferece muitos outros recursos, como interação com os pacientes e um módulo de pré-consultas. Experimente nosso software gratuitamente e adote de vez o prontuário eletrônico!

E, se quiser saber um pouco mais sobre o que oferecemos e nossos serviços, entre em contato conosco. Estamos ansiosos para atendê-lo, seja por e-mail, telefone ou WhatsApp!

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.