Compartilhar Inscreva-se

DRE no consultório: como e por que fazer?

DRE no consultório: como e por que fazer?

Trabalhar com as finanças em um consultório consome muito tempo. Para quem não está familiarizado com a contabilidade, essa tarefa costuma ser ainda mais difícil.

A Demonstração de Resultados no Exercício é uma ferramenta que permite ao gestor fazer uma síntese das finanças considerando os resultados operacionais e não operacionais de determinada empresa em um período específico.

Se o gestor enxerga seu consultório como um negócio, ele ficará mais qualificado para empregar práticas de gestão que melhoram os resultados, como a Demonstração de Resultados no Exercício. Veja mais detalhes sobre a DRE no consultório lendo esse texto.

A legislação da DRE

A DRE é um instrumento obrigatório de acordo com a Lei nº 11.638/2007, publicada em 27 de dezembro.

Esse demonstrativo é elaborado todos os anos para fins legais de divulgação, mas as demonstrações são realizadas todos os meses com finalidade administrativa e, a cada três meses, com finalidade fiscal.

Na prática, a DRE no consultório revela se ele teve lucro ou prejuízo no prazo estipulado e quais os valores obtidos ou perdidos.

A DRE no consultório

A estrutura de uma DRE é formada por um resumo dos resultados operacionais e não operacionais em um prazo devidamente definido. Ela realiza uma análise por etapas para compreender os resultados: bruto, operacional, não operacional e líquido.

A ajuda de um profissional capacitado, que entende de contabilidade, bem como o uso de um software específico para gerenciar consultórios, certamente, otimizam o trabalho.

A DRE pode ser dividida em etapas, as quais você conferirá a seguir.

A receita bruta (venda de produtos/prestação de serviços)

Apresenta-se, em uma linha, a receita bruta, da qual são deduzidos as devoluções, os abatimentos, os descontos comerciais cedidos e os impostos.

A receita líquida

O resultado da operação matemática acima dá origem à receita líquida. Dela, são deduzidos os custos dos produtos e serviços prestados, o que resulta no lucro bruto.

O lucro bruto

Do resultado chamado “lucro bruto”, é deduzida a totalidade das despesas operacionais, gerais, administrativas e financeiras. As despesas administrativas são aquelas necessárias para que o consultório funcione sem considerar o fluxo de vendas, como o aluguel do prédio, os gastos com o contador, o telefone e a internet.

Em sentido inverso, são acrescentadas as receitas operacionais, chegando-se, assim, ao lucro ou ao prejuízo operacional líquido.

O lucro líquido

A esse resultado, adicionam-se (ou se deduzem dele) os resultados não operacionais, como as participações de:

  • funcionários;
  • debenturistas;
  • administradores;
  • fundos de assistência;
  • previdências para funcionários.

Dessa forma, alcança-se o LLE, ou Lucro Líquido do Exercício, que é a finalidade final da DRE no consultório.

A importância de fazer a DRE no consultório

Com as atividades diárias, é complicado monitorar o destino detalhado do dinheiro e também saber os momentos precisos em que ele entra no caixa.

A DRE é uma ferramenta muito importante que permite analisar a saúde financeira do negócio, considerando os parâmetros financeiros mais relevantes.

Seguindo a melhor metodologia, com a elaboração de uma DRE, é possível demonstrar e visualizar com facilidade a vida contábil da clínica, os resultados de seus investimentos e as estratégias adotadas em um determinado período.

A ferramenta se transforma, assim, em um relatório confiável que funciona como apoio para a busca de investimentos, de parcerias ou de financiamentos.

A Demonstração de Resultados no Exercício dispensa o uso de diferentes ferramentas para monitorar o desenvolvimento financeiro da empresa. Com os dados juntos e documentados em um só lugar, torna-se mais fácil acompanhar o caminho trilhado pelo dinheiro.

Vimos como a DRE no consultório pode otimizar a gestão contábil e financeira. É importante ser assessorado por um contador e por um software de gestão específico para realizar todos os procedimentos e cálculos da forma correta.

Sua clínica está indo bem? Como vão as finanças? Você vem enfrentando problemas nesse sentido? Aproveite e veja como manter a sua clínica nos trilhos com a ajuda de um bom planejamento financeiro.

Compartilhe
André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.