Saúde 4.0: qual o impacto da tecnologia na melhoria da saúde?

Baixar o e-book
Sistema online completo
para clínicas e consultórios
jan 17
Como fazer um bom marketing digital para clínica de cirurgia plástica?

Como fazer um bom marketing digital para clínica de cirurgia plástica?

O marketing é uma forma de comunicação em que o propósito é mostrar o valor do produto ou serviço para o consumidor. Atualmente, para que a venda seja fechada, é imprescindível que a marca interaja com os consumidores. Isso deve ser feito de forma positiva e natural para que a empresa não seja desprezada no mercado.

Por esse motivo, o marketing na área de saúde merece uma atenção especial. Afinal, nesse caso não existem clientes, somente pacientes. Além de divulgar o trabalho do profissional de saúde, esse tipo de marketing visa estabelecer um contato com os antigos e futuros pacientes, assim como demonstrar o diferencial e o valor do trabalho do médico em questão. O mesmo é válido para a reputação de uma clínica.

Uma boa alternativa para alcançar esse objetivo é usar o marketing digital. Afinal, a internet é o meio de comunicação mais prevalente nos dias atuais. Neste post, abordamos as principais estratégias que podem ser usadas para realizar o marketing digital para clínica de cirurgia plástica.

Produção de conteúdo relevante

Sem dúvidas, a maior fonte de pesquisa atualmente é a internet. Dessa forma, é natural que as pessoas procurem sobre suas dúvidas sobre cirurgia plástica online. Pensando nisso, uma boa estratégia para que a clínica fique em evidência é produzir conteúdo relevante e educativo.

O objetivo é atrair visitantes para o site ou blog. Assim, conquista-se novos possíveis pacientes e o médico ainda ajuda as pessoas a se informarem sobre o assunto. Outra vantagem dessa estratégia é gerar autoridade sobre o tema, o que mostra ao paciente que a clínica e, consequentemente, os cirurgiões plásticos que trabalham nela, são competentes e dominam a técnica.

Uso das redes sociais

As redes sociais são outra forma interessante de conquistar pacientes. Através delas estreita-se a relação com o médico e ainda é possível divulgar o trabalho. No entanto, existem algumas restrições impostas pelo CRM para marketing médico. Postar fotos de pacientes, mesmo que com autorização, não é permitido, por exemplo.

Uma das estratégias é criar uma página no Facebook, rede social em que é possível postar artigos mais longos. Já o Instagram é uma ferramenta para vídeos e fotos com chamadas curtas, porém muito atrativas. Além disso, existem o Twitter e o Linkedin, que também podem ser incluídos na estratégia de redes sociais.

Envio de e-mail marketing

No marketing, os e-mails ainda têm um papel ativo. A partir do momento que o internauta se transforma em lead, ou seja, dá seu contato e permite que e-mails sejam enviados para ele, essa estratégia se torna uma das principais ferramentas para transformá-lo em paciente.

Para que a estratégia estabelecida de marketing digital funcione corretamente e de forma inteligente é preciso automatizar alguns processos. Através do programa RD Station, por exemplo, é possível enviar e-mails de forma automática por meio do agendamento de horário. Essa prática evita que o mesmo contato não receba um número exagerado de e-mails e, assim, desista da assinatura.

Como falado, é preciso que o marketing médico seja tratado com muita atenção e sensibilidade, visto que existem restrições do CRM. Sendo assim, não deixe de se informar sobre quais práticas são permitidas. No entanto, existem diversas maneiras de alcançar os pacientes e atraí-los com o marketing digital. Basta saber usá-lo com ética, responsabilidade e criatividade.

Realizar o marketing digital para clínica de cirurgia plástica é fundamental para a boa saúde do negócio. Além disso, existem outras estratégias que podem ser usadas fora do mundo online. Continue com a gente e saiba como o marketing pode reerguer a sua clínica ou consultório!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.