Saúde 4.0: qual o impacto da tecnologia na melhoria da saúde?

Baixar o e-book
Sistema online completo
para clínicas e consultórios
dez 18
5 erros de contabilidade para clínica médica que devem ser evitados

5 erros de contabilidade para clínica médica que devem ser evitados

Uma clínica médica também é uma empresa, embora tenha natureza especial. Como qualquer companhia, ela precisa de gerenciamento adequado. A administração falha pode levá-la a ter prejuízos diversos, inclusive financeiros.

Os serviços contábeis são fundamentais para fazer a gestão adequada das contas, garantir o pagamento das dívidas em dia e controlar o recebimento dos clientes, além de manter tudo organizado de acordo com a legislação. A seguir, mostramos cinco erros de contabilidade para clínica médica que devem ser evitados!

1. Usar planilhas para fazer o controle contábil

As planilhas foram, durante muito tempo, uma ferramenta muito útil para o gestor contábil. No entanto, com o desenvolvimento de novas ferramentas, elas se tornaram pouco eficientes, já que exigem mais atenção e tempo do responsável.

Quando os serviços contábeis são organizados por meio de planilhas, a possibilidade de cometer erros é maior. O ideal é adotar uma solução em que a possibilidade de erros seja baixa, como os softwares de gestão, que já se popularizaram entre as empresas.

Um software on-line é mais eficiente e econômico, já que o gestor não precisa de equipamentos para a instalação nem da aquisição de licenças. O software on-line pode ser usado a partir de qualquer dispositivo com acesso à internet e oferece mobilidade e controle em tempo real.

2. Não separar a conta pessoal da empresarial

Outro erro comum em contabilidade para clínica médica é não separar as contas pessoais das corporativas. Isso faz que o empreendedor tire dinheiro do caixa para cobrir despesas de casa, de compras particulares ou dos familiares.

Se essa retirada for constante, desfalca o negócio — que vai precisar de dinheiro para manter o ciclo operacional. Quando essa situação acontece, o gestor tem de colocar dinheiro de casa na empresa ou recorrer a empréstimos, que estão longe de ser a melhor solução (especialmente os bancários).

3. Não emitir nota fiscal

Muitos gestores acham que, em uma clínica médica, não há a necessidade da emissão de nota fiscal, mas esse é um grave engano. Como prestadora de serviços, ainda que eles sejam relacionados à saúde, toda clínica médica precisa emitir nota fiscal de serviço depois do atendimento ao paciente.

O recolhimento de tributos faz parte da gestão da clínica e, quando são omitidas informações fiscais, isso pode levar a penalidades. Não se esqueça de que a não emissão de nota fiscal pode ser considerada sonegação fiscal.

4. Não guardar os comprovantes de despesas

Na contabilidade para clínica médica, é importante guardar os comprovantes dos gastos do mês. Muitos deles precisam ser guardados por um período mínimo de 5 anos. É uma forma de comprovar que a clínica está em dia com seus pagamentos caso haja algum órgão venha a solicitá-los.

Além disso, os comprovantes de despesas servem para organizar o caixa da empresa. Isso porque indicam a destinação dos valores: compra de equipamentos médicos, aquisição de medicamentos, consertoe e assim por diante.

5. Ignorar o fluxo de caixa

É preciso considerar o fluxo de caixa e fazer projeções de longo prazo. Provavelmente, ninguém abre uma clínica se for para pensar em fechá-la daqui a alguns meses. Por isso, é importante considerar prazos mais longos e alimentar o fluxo de caixa com isso em mente.

Com essa atitude, o gestor garante maior estabilidade e segurança financeira ao negócio. Esses são erros comuns na contabilidade para clínica médica. É essencial evitá-los para otimizar a gestão.

Quer receber outros conteúdos como este diretamente em seu e-mail? Então, aproveite a visita aqui no blog e assine nossa newsletter!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.