Jornada do paciente: tudo o que você precisa saber para atrair e fidelizar clientes.

Baixar o e-book
Sistema online completo
para clínicas e consultórios
jun 28
4 benefícios da inteligência artificial na medicina

4 benefícios da inteligência artificial na medicina

A medicina ainda está evoluindo, sendo altamente influenciada pelas novas tecnologias. Com soluções em diferentes áreas, a inteligência artificial na medicina promete revolucionar muitas das funções que hoje são vistas como desafios.

Ao entrar no mundo da Inteligência Artificial, a medicina pode se transformar de forma significativa, como por meio das soluções que já podemos ver nos tempos atuais.

Trouxemos 4 exemplos reais dessa combinação entre IA e Medicina a fim de mostrar como isso impacta para a profissão e para a área como um todo. Acompanhe cada exemplo a seguir!

1. Inteligência artificial para ajudar nos diagnósticos

Para estar completamente atualizado, um profissional clínico da área de medicina precisaria estudar mais de 150 horas por semana. Ainda assim, correria o risco de deixar passar algo.

Portanto, somar ao seu conhecimento e experiência a precisão da inteligência artificial é uma solução que pode ajudar a chegar a um diagnóstico correto sobre cada caso.

Na Faculdade de Saúde Pública de São Paulo (USP), três pesquisadores sob a orientação do professor Alexandre Chiavegatto Filho associam o uso de computadores com alta capacidade de processamento de dados a indicadores de saúde.

O intuito é que em breve o diagnóstico de doenças como dengue, zika, chikungunya seja facilitado com o auxílio de sistemas que detectem padrões dessas enfermidades, ajudando na tomada de decisão dos médicos.

2. Prevenindo sepse em hospitais

O robô Laura é o primeiro robô cognitivo gerenciador de riscos do mundo. Com capacidade de aprender, ele utiliza basicamente duas tecnologias, a computação cognitiva e o machine learning.

Dentre as diferentes funções que ele desempenha, pode monitorar em tempo real os dados vitais de pacientes internados para detectar precocemente a instalação da Sepse, reduzindo cerca de 20% das mortes relacionadas a esse tipo de infecção.

3. Melhorando a relação médico paciente

Todas as mudanças que a IA traz para a medicina tendem a aprimorar o atendimento e tornar a relação médico-paciente cada vez melhor. Com esses sistemas, é possível evitar glosas e fraudes nas operadoras, reduzir o risco de contaminação nos hospitais e até mesmo otimizar a alocação de leitos.

A automação robótica tem a capacidade de orientar pacientes que chegam ao hospital. Desde a sua chegada, com orientações e condução à sala de consulta ou ao apartamento, em casos de internação, até procedimentos cirúrgicos.

Já existem estudos que revelam os benefícios da inteligência artificial em cirurgias, diminuindo a hospitalização de pacientes em 20% em relação à cirurgia convencional.

4. Auxiliando a gestão de clínicas e consultórios

Os softwares de gestão transformaram o gerenciamento clínicas e consultórios. Quando combinados com sistemas de inteligência artificial se consegue uma administração ainda mais completa.

Iniciativas como o Watson da IBM ou o Google Prescription apresentam realidades importantes em termos de conhecimento para a área da Medicina, como de que esse volume de conhecimento médico criado tende a dobrar a cada mês até o ano de 2020.

Isso torna o trabalho de médicos mais preciso, tanto em relação ao atendimento prestado quanto na própria administração de seus consultórios e clínicas.

A inteligência artificial na medicina é uma realidade que promete mudanças em todos as dimensões na área e torna essencial a abertura de profissionais do setor para a transformação digital.

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *