Sistema online completo
para clínicas e consultórios
5 dicas para criar nome de clínicas

5 dicas para criar nome de clínicas

O nome de um estabelecimento faz muito por ele e, um ótimo nome, é o que a sua clínica precisa para criar um impacto positivo nos seus futuros clientes.

Dentro de um plano de marketing, a etapa da escolha de um nome para a empresa se chama naming e representa um passo determinante para dar personalidade ao negócio.

Muitas vezes, o caminho mais simples para os profissionais de saúde é utilizar o próprio nome ou sobrenome como referência, mas será que de fato essa é a melhor alternativa? O ideal é que haja motivos relevantes por trás dessa decisão, evitando fazê-la com pressa, sem de fato refletir sobre o peso que ela pode ter.

Para ajudar nesse momento crucial, levantaremos 5 dicas sobre esse processo importante para qualquer negócio e mostraremos como essa escolha é essencial para o marketing de sua clínica!

  1. Reflita sobre o que é importante no seu trabalho

O que faz uma simples palavra se tornar uma verdadeira marca é o sentido que ela carrega. Portanto, o critério mais importante para começar essa jornada rumo ao nome ideal é a originalidade.

O nome da sua clínica deve refletir seus valores, no sentido de transmitir aquilo que você considera essencial na sua profissão.

Esses valores podem ser convertidos em características como inovação, eficiência, qualidade, compromisso com o bem-estar, humanização, dentre outros aspectos no contexto da saúde. Dessa forma, fica mais fácil surgirem ideias compatíveis com a sua missão como profissional.

  1. Utilize a técnica de brainstorm

Tempestade de ideias é uma tradução possível para essa técnica, que consiste na prática de registrar tudo que vem à mente durante o processo criativo.

Reunindo pessoas para pensarem sobre o assunto e falarem livremente sobre suas ideias, há uma chance maior de encontrar o nome perfeito.

Após um período de exposição dessas ideias, começa o processo de seleção das melhores, abrindo espaço para possibilidades concretas. Com essa técnica, é possível visualizar o que é viável ou não, com mais clareza.

  1. Faça uma pesquisa sobre a concorrência

Além dessa parte criativa, há também uma necessidade de adequação ao mercado, a qual pode ser avaliada por uma pesquisa sobre concorrentes do mesmo nicho, identificando aqueles casos em que há mais adesão do público, bem como identificação com a proposta em si.

  1. Avalie o nome sob diferentes aspectos

Assim como o sentido é importante, pois contém uma identidade que cria determinadas representações para o público, há questões referentes à pronúncia, escrita, sonoridade, associações com outras marcas, etc.

Logo, é essencial avaliar esses aspectos para evitar problemas futuros, como trocadilhos, dúvidas e dificuldades na comunicação com clientes. Para isso, nada melhor do que testar com pessoas conhecidas.

  1. Verifique se há disponibilidade

Cuidado para não se decepcionar! Mesmo que você tenha achado um nome incrível que pareça perfeito para a sua clínica, ainda existe uma outra tarefa: verifique se já há marcas e domínios registrados com esse nome.

Para saber se já existe uma marca com o nome escolhido, basta procurar pelo site do INPI. Já o domínio pode ser visto pelo site Registro.

Com o auxílio da internet, fica bem mais fácil saber se já dá para começar a utilizar a sua marca em seu próprio site, blog e demais canais de comunicação.

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *