Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Como está a acessibilidade na sua clínica ou consultórios médico?

Como está a acessibilidade na sua clínica ou consultórios médico?

Além do compromisso e do respeito que envolve essa questão, o acesso a estabelecimentos de saúde é um direito de todos os pacientes e, por isso, clínicas, hospitais e consultórios médicos precisam estar preparados para atender a diferentes necessidades.

Sabendo das dificuldades que pessoas com diferentes deficiências e em condições prioritárias enfrentam — como no caso de cadeirantes, deficientes visuais, idosos e gestantes — a acessibilidade precisa ser uma preocupação de toda a rede de serviços de saúde.

No caso de consultórios, pensando na estrutura e nas atividades desempenhadas, montamos um material específico para orientar quanto a possíveis medidas para tornar esses estabelecimentos de fato acessíveis. Continue acompanhando!

Como diminuir as barreiras no acesso ao consultório médico?

Um olhar atento para as diferentes necessidades de pacientes, aliado a informações e conhecimento atuais sobre soluções disponíveis, é o que pode fazer a diferença no acesso aos consultórios.

Existem normas técnicas para guiar profissionais e clínicas a não deixarem que qualquer aspecto seja negligenciado. Todas elas visam a diminuir barreiras que possam limitar a liberdade dessas pessoas ou impedir suas atividades.

Veja onde aplicar esse conhecimento, inserindo essas normas na estrutura do seu consultório!

Quais são as medidas para a parte externa do estabelecimento?

Em termos de estrutura, o primeiros contato do paciente com a clínica se dá com a parte externa, que é muitas vezes o primeiro obstáculo enfrentado. Logo, para evitar que os problemas comecem na entrada do paciente, atente-se aos seguintes aspectos:

  • Estacionamento com vagas prioritárias
  • Elevadores adaptados
  • Rampa de acesso adequada
  • Corrimão
  • Calçada com piso tátil
  • Portas adaptadas

É preciso lembrar que cada ambiente precisa ser avaliado individualmente a fim de identificar as ações necessárias. Edifícios e casas têm estruturas diferentes, por exemplo, o que requer também cuidados diferentes.

O importante é que cada elemento inserido na clínica seja avaliado em sua funcionalidade, pensando se pode se tornar, ou não, uma barreira de acesso para alguma pessoa. Em todos os casos, a prioridade deve ser a facilitação da busca por assistência em saúde, o que se sobrepõe a qualquer fator estético ou ligado à rentabilidade.

O que deve ser adaptado dentro do consultório médico?

Após garantir que todos os pacientes tenham facilidade em acessar o consultório, é preciso manter essa assistência dentro do estabelecimento, tanto na recepção, quanto em corredores, banheiros e local de atendimento.

Para isso, existem também procedimentos técnicos e recursos variados para oferecer um suporte diferenciado aos pacientes. Veja o que pode melhorar dentro do seu consultório!

  • Piso antiderrapante e estável
  • Corredores espaçosos (respeitando normas técnicas de largura mínima)
  • Corrimãos e barras de apoio em diferentes locais
  • Banheiros adaptados para diferentes necessidades
  • Altura de poltronas, macas, balcão e cadeiras
  • Portas adaptadas

Quanto mais necessidades forem incluídas no planejamento da estrutura de um consultório médico, mais personalizada será a assistência. Das mais simples às mais modernas, as medidas devem abranger o máximo de perfis possíveis, ultrapassando padrões antigos e inadequados de estabelecimentos que limitavam o público atingido.

Todas as normas de acessibilidade são estabelecidas pela ABNT e devem servir de parâmetro para todos os tipos de construção.

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *