Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Os 4 principais fatores para ter sucesso ao começar um consultório

Os 4 principais fatores para ter sucesso ao começar um consultório

Ingressar em um projeto de forma autônoma e abrir o próprio negócio é uma tarefa desafiadora em todas as áreas de trabalho, inclusive no meio médico. Seja recém-formado ou com alguma experiência em outras empresas, abrir as portas ao novo e chegar ao sucesso começando do zero exige esforços complexos que, muitas vezes, sairão da alçada de suas especialidades e consumirão muito tempo e atenção.

As oportunidades estão aí, o mercado médico evolui constantemente e as necessidades das pessoas só aumentam. Com o atendimento ao público ainda muito burocrático e o aumento da renda de muitas classes, a procura por profissionais de saúde que atendam de forma particular ou por convênios cresce a cada dia; principalmente, quando considerada a eficácia dessa prestação de serviço.

Entretanto, nessa caminhada, é preciso dar atenção a fatores cruciais que podem ditar o sucesso ou relegar o fracasso. Muitas vezes, a grande competência em cuidar bem dos pacientes não é suficiente. Fatores limitantes como o desconhecimento do consultório pelo público-alvo, amarras no pré-atendimento ou tarefas administrativas, que consomem muita energia, podem restringir resultados e acarretar em desapontamento por parte do empreendedor.

Neste caso, o planejamento inicial é essencial para evitar problemas futuros. Muitos aspectos devem ser pensados e analisados nessa etapa, porém, 4 são os principais macrofatores que ditam o desenvolvimento de um consultório lucrativo: local, atendimento, divulgação e gestão.

Continue a leitura e confira algumas dicas de como lidar com estes fatores!

1# O local ideal

Que a localização faz a diferença não é segredo para ninguém. Mas, o que é estar bem localizado?

Um espaço no centro mais movimentado da cidade pode ser bom para um comércio, mas, para um consultório pode tornar-se um limitante se o acesso for demorado, muito transitado ou com poucas vagas de estacionamento.

O ideal é ter primeiro o entendimento do público-alvo e mapeá-lo para, assim, inserir-se em um ponto de transição. Ou seja: próximo às principais atividades rotineiras, mas que não sofra, por exemplo, com a grande movimentação da hora do rush. Vale também ficar atento à quantidade de vagas de estacionamento e à possibilidade de desembarque rápido para pacientes trazidos por terceiros.

Outro aspecto do local é a sua usabilidade. Neste caso, é interessante pensar tudo que o paciente fará a partir da porta de entrada e buscar facilitar os acessos, com uma decoração neutra, que sugira tranquilidade e transmita os valores da empresa.

Por fim, também é necessário levar em consideração a possibilidade de crescimento e aumento do local para que, caso o sucesso bata à sua porta, você não tenha que indicá-lo a um novo endereço.

2# Atender bem

Mostrar ao paciente que todos no consultório se importam com seu bem-estar e possibilitar a melhor experiência dentro do seu espaço não pode ser encarado como um diferencial apenas competitivo. O melhor atendimento possível em todas as etapas deve ser uma regra!

Preocupe-se em como a pessoa que se relacionar com a sua empresa será tratada desde a primeira ligação até o momento em que ela sair de sua sala. Durante este caminho, é necessária uma secretária capacitada e com experiência, profissionais simpáticos, boa organização interna e levar a risca o conceito de atendimento humanizado.

3# Divulgar é preciso

Você é um ótimo médico, seu consultório é lindo, muito bem equipado e organizado, seus funcionários são capacitados mas, pouca gente sabe de todas essas qualidades. Tem algo errado por aí, não é mesmo?

Grande parte do sucesso de qualquer negócio tem relação com a divulgação e como você vende o seu peixe. Um consultório novo precisa que todo o público-alvo em potencial saiba onde ele está, o que ele faz e quão bom ele é.

Nesta direção, os investimentos em propaganda são necessários para que o nome do responsável médico e do consultório chegue ao maior número de pessoas. Assim, como você já cuidou de todos os outros fatores, cada vez mais pessoas irão ao seu encontro, sua marca se fortalecerá e o número de pacientes, bem como os lucros, irão subir.

4# Muita atenção com a gestão

Aqui está um grande problema de muitos consultórios que começam sem planejamento. Gerir leva tempo, necessita de estudo e muitas vezes quem faz é o próprio médico – que já está focado em tantas outras ocupações essenciais, como praticar a função pela qual estudou muitos anos – que não consegue dar a devida atenção ao processo.

Atualmente, trabalhar com arquivos enormes, agendas de papel e tantas outras coisas que já funcionaram é ultrapassado e consome muito tempo. Para otimizar tudo isso, insira nas suas necessidades um gerenciador de processos que otimize todo o seu fluxo de trabalho e facilite a sua vida.

Desde o agendamento de consultas até as questões financeiras mais complexas, tudo pode estar reunido em um único lugar, sem consumir espaço físico e nem tempo hábil para sua execução.

Conte com o Clínica nas Nuvens!

O Clínica nas Nuvens é um software médico completo que, através da otimização dos processos, potencializa o gerenciamento de clínicas e consultórios com recursos pensados especificamente para as necessidades do setor.

São mais de 30 recursos que vão ajudar a colocar planejamentos em prática e a aumentar a lucratividade do seu trabalho.

Faça um teste grátis!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *