Sistema online completo
para clínicas e consultórios
4 dicas para manter a limpeza de sua clínica ou consultório médico

4 dicas para manter a limpeza de sua clínica ou consultório médico

A limpeza de escritórios, lojas e empresas é essencial para manter um ambiente de trabalho propício aos profissionais e agradável aos clientes. Mas, quando falamos em espaços de serviços de saúde, como clínicas e consultórios, esses cuidados precisam ser redobrados.

Isso porque, locais como esses, são mais propícios à circulação de vírus, bactérias e micro-organismos. Portanto, para garantir a segurança da equipe, pacientes e visitantes, a higienização precisa ser feita constantemente e, principalmente, de maneira correta.

Lembre-se de que seu estabelecimento precisa servir de exemplo. Além das recomendações de órgãos de saúde e vigilância sanitária, por exemplo, alguns outros cuidados precisam ser tomados para garantir um ambiente limpo e seguro. Confira como fazer isso nas dicas que selecionamos!

Balcão de atendimento

Um dos primeiros locais a ser utilizado pelo paciente ao entrar na clínica ou consultório é o balcão de atendimento. Portanto, mais do que organizado, ele precisa estar limpo e higienizado, sem rastros de comida, bebida ou marcas de gordura espalhadas pela superfície.

Os balcões e armários devem ter, preferencialmente, cor clara e superfície lisa e impermeável. Eles podem ser desinfetados com álcool 70, sob fricção, e hipoclorito de sódio a 1%.

Chão

O chão também é outro ponto que diz muito sobre a sua clínica ou consultório, por isso, mantenha-o sempre limpo. O ideal é realizar a limpeza sempre antes de abrir o local, evitando a varredura a seco para não espalhar pó e sujeira a outros espaços.

A dica ainda é iniciar sempre a limpeza pela área menos contaminada, seguindo para a mais contaminada. Aconselha-se também a utilização de piso liso, lavável, impermeável e resistente.

Instalações sanitárias

Além de vaso sanitário e lavatório, é importante que as instalações sanitárias contenham toalhas de papel, sabão líquido e lixeira com tampa e pedal. O lixo do local deve ser trocado com frequência, preferencialmente antes de atingir a capacidade total.

Os responsáveis pela limpeza também precisam estar atentos à reposição de materiais sempre que necessário.

Conscientização

Para que todas as dicas sejam colocadas em prática, é preciso conscientização por parte dos profissionais que trabalham na clínica, principalmente os ligados diretamente à limpeza.

A implantação de normas, rotinas e protocolos também ajuda a diminuir os riscos a que estão expostos os profissionais e pacientes e garante a saúde do seu ambiente de trabalho.

Confira também: 5 sugestões para deixar a recepção do seu consultório ainda mais agradável.

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *