Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Saiba mais sobre impostos e tributação para clínicas e consultórios

Saiba mais sobre impostos e tributação para clínicas e consultórios

Todo consultório médico que se preze e que quer ter uma vida longa em sua atuação precisa ter as questões legais em dia, assim como a sua contabilidade.

Como qualquer empreendimento, para funcionar corretamente, as clínicas e consultórios precisam estar em dia com suas obrigações legais, mantendo itens como alvarás e licenças atualizados. Além disso, os materiais utilizados em procedimentos internos devem estar em perfeitas condições e dentro do prazo de validade para evitar complicações.

Nessa linha, uma preocupação constante recai sobre quais impostos e tributações precisam ser pagos. Dessa maneira, o gestor da clínica ou consultório precisa estar atento aos valores nas esferas federais e municipais.

Esfera federal

Grande parte da carga tributária de uma empresa – independente do ramo de atuação – origina-se no âmbito federal. O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) é maior tributo pago pelo seu consultório, o qual incide sobre proventos de qualquer natureza. A alíquota fica entre 10% e 15%, sendo a base de cálculo o lucro real ou presumido.

Incidindo sobre a receita bruta da venda de bens e serviços, há a Contribuição sobre Lucro Líquido (CSLL). Para quem opta pelo lucro presumido, a base de cálculo varia de 12% a 32%; para as optantes pelo lucro real e lucro contábil, a alíquota é de 9%.

Além disso, existem as as contribuições sociais. A Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) recai sobre o faturamento mensal da clínica. Para as empresas tributadas pelo lucro presumido ou real a Alíquota PIS/COFINS são de, respectivamente, 0,65% (PIS) e 3,00% (COFINS), conforme Lei 10833, art. 10, inc. XIII.

Ainda sobre o faturamento mensal, há o Programa de Integração Social (PIS). Sua alíquota é de 0,65%, para o lucro presumido, ou 1,65%, para o lucro real.

Por fim, o Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) incide diretamente sobre a folha de pagamentos. Neste caso, a alíquota varia conforme algumas situações e diferentes portes da empresa, podendo ficar entre 15% e 20% do valor bruto da remuneração.

Esfera municipal

No âmbito municipal, há o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), cuja alíquota varia com o porte da empresa e o município.

Os impostos e o impacto na gestão financeira

Devido à grande quantidade de impostos a serem pagos, é preciso que a gestão financeira esteja sempre preparada para essas tributações. Por isso, uma planejamento financeiro de longo prazo, que considere esses valores e também outras despesas é uma garantia de sucesso financeiro.

Gostou esse post? Confira também: 5 dicas para sua clínica ou consultório estar sempre em dia com o Imposto de Renda.

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

2 Comentários

  1. Josmar
    20 de setembro de 2016 às 23:30 · Responder

    Alíquota PIS/COFINS no Lucro Real e no Presumido são: PIS 0,65% COFINS 3,00%.

    Lei 10833, art. 10, inc. XIII

    • André Luiz Forchesatto
      21 de setembro de 2016 às 16:52 · Responder

      Olá, Josmar! Obrigado pelo seu comentário. Ja atualizamos a informação em nosso post. Continue nos acompanhando. Um abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *