Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Prontuário eletrônico: confira as principais vantagens

Prontuário eletrônico: confira as principais vantagens

Nos últimos 10 anos houve avanços significativos no uso de tecnologias na medicina e a tecnologia da informação entrou nos consultórios. Hoje em dia, é possível checar os efeitos colaterais de um medicamento, acessar sistemas médicos, agendar consultas e atualizar o prontuário eletrônico através de tablets e smartphones.

Com tantas mudanças, não há motivos para você continuar registrando o histórico médico de seus pacientes em folhas de papel, guardando em pastas suspensas e armazenando em gaveteiros cinzas de metal.

Os prontuários eletrônicos, além de poderem ser acessados em qualquer lugar do mundo de um computador ligado à internet, deixam seu consultório mais agradável, já que eliminam a presença das torres gigantes dos gaveteiros. Quer saber quais são as vantagens que esse tipo de registro traz? É só continuar a leitura do post de hoje!

Prontuário de papel

O método tradicional de registrar o histórico do paciente não necessita de treinamento e, a curto prazo, é mais barato. E uma das principais vantagens do papel é que ele tem validade jurídica, pois acompanha a assinatura e o carimbo do médico.

Porém, não existe um padrão para criar um prontuário e cada profissional pode adotar o modelo que desejar. Ele também tem pouca durabilidade, pois pode ir se desgastando com o tempo e não é à prova de fogo ou de chuva. Além disso, ainda existe o prejuízo ambiental e a necessidade de espaço para armazenamento.

Prontuário eletrônico

As principais vantagens dos prontuários eletrônicos são a agilidade do preenchimento, a segurança dos dados do paciente — já que eles não ficam armazenados nos gaveteiros e, normalmente, precisam de senha de acesso —, a atualização em tempo real, a portabilidade e a possibilidade de fazer cópia dos arquivos em HDs externos ou serviço de nuvem, além do espaço infinito para armazenar informações, como histórico de vacinas, pressão, níveis de glicose, plaquetas, entre outros.

PEP

O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é um sistema de prontuário médico padronizado e em formato eletrônico que pode ser acessado por diferentes clínicas e laboratórios. O sistema foi implantado no Brasil em 2002 e seu funcionamento é muito simples. Seu principal objetivo é ser universal e portátil.

Quando o paciente vai a uma consulta médica de rotina, seus dados são atualizados com informação de medicamentos, alergias, vacinas, tipo sanguíneo, entre outros, e compartilhado entre os hospitais, médicos e outros serviços de diagnósticos.

A principal vantagem do sistema é o rápido acesso a todos os dados de saúde do paciente, que pode ser muito bem aproveitado em caso de acidentes, por exemplo. Embora o PEP funcione em vários hospitais brasileiros, ainda é necessário padronizar o sistema, fazer melhorias na interface e ampliar a confiabilidade dos dados. Além disso, o servidor em que essas informações serão armazenadas gera várias discussões éticas, já que envolve o pacto de sigilo entre médico e paciente.

Para implantar o prontuário eletrônico, é preciso investir em um software que ofereça essa funcionalidade. Uma boa opção para isso é o Clínica nas Nuvens que, além do prontuário eletrônico, oferece muitos outros recursos, como interação com os pacientes e um módulo de pré-consultas. Experimente nosso software gratuitamente e adote de vez o prontuário eletrônico!

E você, já fez essa mudança? Já teve alguma experiência com o PEP? Divida sua experiência e sua opinião conosco em nosso campo de comentários!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *