Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Como uma boa gestão pode reduzir os efeitos da crise em sua clínica

Como uma boa gestão pode reduzir os efeitos da crise em sua clínica

Garantir que a gestão da sua clínica traga sempre bons resultados é o desafio da maior parte dos administradores. Conhecer a fundo as características do negócio é essencial para conseguir criar alternativas que solucionem os mais diferentes problemas que podem surgir. Mas, quando o cenário econômico não é favorável, a necessidade de uma gestão de excelência é ainda maior.

As dificuldades pelas quais o país vem passando afetam todos os tipos de empresas. E, no caso dos consultórios e clínicas médicas, os que mais sofrem são os de pequeno e médio porte, pois podem ser mais facilmente afetados por grandes mudanças nos rendimentos.

Neste texto, vamos mostrar como uma gestão para redução de crise pode minimizar os problemas, garantindo melhores resultados no futuro. Confira!

Partir da informação é fundamental

Muitas empresas, em momentos de crise, partem direto para o corte de pessoal, mas se esquecem de que qualquer mudança brusca pode gerar despesas extras. Por isso, antes de tomar qualquer iniciativa, você precisa saber como está a realidade da sua clínica e criar formas de controlar todos os processos desempenhados para ter certeza sobre quais decisões tomar.

Para começar, faça uma análise ampla de todos os redimentos e despesas e verifique em que ponto estão os gargalos. Localize algum valor que esteja acima do necessário e práticas que podem ser modificadas. Depois, é hora de planejar das ações.

Planejar e executar

Depois de conhecer a real situação da sua clínica, é hora de planejar tudo o que será feito para reduzir custos. Iniciativas simples podem fazer com que melhores resultados sejam alcançados. Por exemplo, caso você tenha verificado que a conta de luz está muito alta, substituir lâmpadas pode ser necessário; na área financeira, pode-se apostar em boas práticas de gerenciamento de fluxo de caixa que mantenham recursos na empresa por mais tempo.

Ao fazer modificações, lembre-se de estabelecer algumas metas, pois elas ajudam a nortear o caminho que será percorrido ao longo do planejamento. O importante é que essas metas sejam realistas; não adianta decidir reduzir a conta de luz em 50%, pois dificilmente isso será atingido.

Inovar é preciso

Esse discurso parece clichê, mas é pura verdade. Buscar a inovação em todos os setores da sua clínica é uma excelente forma de contornar a crise. Esse momento, aliás, é ideal para quem precisa de um impulso para encontrar novas oportunidades. Então, nada de ficar cabisbaixo porque o movimento diminuiu e os rendimentos caíram. É hora de pensar fora da caixa!

Nesse processo de inovação, ouvir a participação dos funcionários que atuam diretamente na operação na clínica pode ser fator decisivo, pois eles têm a visão diária do negócio e podem contribuir muito. Essa também é a hora de procurar por lideranças dentro da equipe. Esses líderes natos serão grandes incentivadores dos demais funcionários, ajudando a melhorar a produtividade.

Racionalizar os investimentos

Em momentos de crise, é hora de cortar investimentos, certo? Errado! É hora de investir no que é certo, naquilo que vai garantir mais frutos num futuro próximo. Pode não ser a hora de ampliar o espaço da clínica, mas investir  em um sistema de gestão informatizado, que poupe tempo e recursos com impressão e arquivos físicos, pode trazer retornos e ajudar a superar o momento da sua clínica ou consultório.

Pensando dessa forma, os gastos vão se reverter em novos pacientes ou na melhoria da gestão como um todo, dando um novo fôlego à sua clínica.

Agora que você já viu como uma boa gestão pode ajudar seu consultório na redução da crise, é preciso colocar essas ações em prática. Planeje cada passo e mãos à obra!

Ficou alguma dúvida? Quer compartilhar mais alguma dica? Então, deixe seu comentário!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *