Sistema online completo
para clínicas e consultórios
Finanças nas nuvens: 4 dicas para reduzir custos no seu consultório

Finanças nas nuvens: 4 dicas para reduzir custos no seu consultório

O faturamento e o lucro são dois objetivos essenciais para qualquer negócio. Mas, o que muitos não consideram é que a redução de custos do empreendimento ajuda muito na tarefa de aumentar os ganhos; isso sem tomar outras medidas mais drásticas, como corte de pessoal, perda de qualidade no serviço ou redução de atividades.

A educação financeira de uma empresa passa pelo corte de custos e, saber como realizar essa redução sem comprometer o funcionamento e os rendimentos do negócio, é fundamental para fazer crescer o faturamento e o lucro, tão importantes para uma atividade comercial.

Veja abaixo 4 dicas que vão ajudá-lo a reduzir os custos no seu consultório médico, sem comprometer a qualidade do serviço e aumentando o lucro!

Faça uma análise do negócio

É fundamental analisar os custos do seu consultório antes de começar a cortar. Isso porque toda atividade comercial tem despesas que são necessárias para o seu funcionamento e cortar custos necessários para o funcionamento do consultório significa prejudicar a qualidade dos serviços.

Portanto, comece a redução de custos fazendo uma lista de quais são os gastos que o seu consultório deve ter para poder funcionar sem sacrificar a qualidade do serviço. Veja quais as despesas fixas, aquelas como aluguel ou contas de água e luz, e variáveis, como compra de material de escritório ou outro tipo de investimento.

Com essa lista, fica bem mais fácil identificar quais os gastos essenciais e quais os gastos que, se forem cortados, não comprometerão o negócio e aumentarão a margem de lucro.

Melhore o uso de recursos

Apesar de serem custos fixos, recursos como água e luz podem ter um melhor uso, o que significa também economia e, logo, aumento na margem de lucro. Eles não podem ser cortados, obviamente, mas pode gerar um gasto menor, e sem prejudicar a qualidade do serviço.

Repense a forma com que se usam esses recursos, e invista também em sistemas que vão baratear suas tarifas de luz e água. Existem lâmpadas e torneiras que são muito mais econômicas, por exemplo. Esses equipamentos exigem um investimento inicial que, em princípio, podem parecer gastos. Mas eles vão deixar a conta de água e de luz muito mais barata em médio ou longo prazo e, com gastos menores em uma despesa obrigatória do seu consultório médico, o seu lucro será maior do que é.

Fique atento às taxas

Atrasar o pagamento de contas ou não ficar atento aos descontos na conta bancária pode ser bem prejudicial para qualquer negócio.

Quando atrasamos o pagamento de alguma conta, são cobrados juros que vão deixar o valor para pagamento bem mais alto do que seria. Já na parte das tarifas bancárias, se o correntista não ficar atento, novas taxas são aplicadas ou tarifas que poderiam ser retiradas da conta continuam corroendo o saldo.

Assim, nunca atrase o pagamento de conta nenhuma. Algumas contas oferecem desconto se forem pagas até determinada data. Aproveite esses descontos sempre que possível. No banco, fale com o seu gerente para conferir tarifas que podem ser retiradas e, até, estornadas.

Procure ajuda externa

Se, na pior das hipóteses, os custos não forem reduzidos e começarem a prejudicar demais os rendimentos do seu consultório, pedir ajuda a um consultor ou advogado pode fazer muita diferença.

Esses profissionais vão ajudar o seu negócio a se atualizar diante de mudanças tributárias e a usar os melhores meios (e, principalmente, meios legais) para pagar menos impostos. Obter descontos com os impostos é muito importante na redução de custos.

Como essas dicas vão ajudá-lo a reduzir custos? Quais outras medidas você toma para não ter gastos altos? Participe nos comentários!

André Luiz Forchesatto

André Luiz Forchesatto é especialista em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC). É CEO do Clínica nas Nuvens, um software médico online completo para o gerenciamento de clínicas e consultórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *